Um novo relatório divulgado pela empresa especializada Jon Peddie Reserach (JPR) revelou que a NVIDIA voltou a ganhar espaço no setor de placas de vídeo para computadores domésticos e agora domina o segmento com 81,9% de fatia de mercado. Enquanto isso, a rival AMD caiu de 22% no trimestre anterior para 18% no atual – na mesma época do ano passado, o espaço da empresa era de 38%.

Segundo a JPR, as vendas de placas de vídeo durante o trimestre seguiram o mesmo comportamento sazonal observado nos anos anteriores, mas tiveram um crescimento menor do que a média nos últimos 10 anos. No total, o envio de GPUs caiu 16,81% com relação ao período de três meses anterior ao último e chegou a um total de 9,4 milhões de unidades.

Desse total, a queda das movimentações da AMD foi de 33,3%, enquanto os números da NVIDIA caíram 12%. O mercado de placas de vídeo para desktop ganhou força no segmento de usuários “entusiastas” e praticantes de overclock, o que foi impulsionado por lançamentos recentes de placas de vídeo poderosas. De acordo com a JPR, isso ajudou a diminuir o impacto das diminuições das vendas entre os consumidores “padrão”.

Próximo round

Ainda que a NVIDIA venha mantenho um cronograma movimentado de lançamentos e que os números atuais pareçam indicar que a empresa está praticamente monopolizando o mercado de placas de vídeo, é necessário fazer ressalvas. A nova linha Fury da AMD chegou recentemente, mas ainda não passou tempo o suficiente desde então para que a novidade mostrasse seu impacto no mercado.

Por esse motivo, é aconselhado esperarmos pelos relatórios referentes ao terceiro trimestre de 2015 antes de declarar uma vitória massiva para a NVIDIA. Ainda assim, caso os novos produtos não melhorem a fatia de mercado da AMD, isso pode representar problemas sérios para a empresa.

Além disso, também vale ressaltar que ambas as companhias veem propositalmente mudando seus focos para dar mais atenção ao segmento de ponta devido à redução no mercado de computadores domésticos. Dessa forma, a redução das vendas para usuários mais básicos e o aumento dos números entre os “entusiastas” não somente seria algo esperado, mas também benéfico para as empresas.

O que você acha que a AMD deve fazer para recuperar o espaço dominado pela NVIDIA no mercado de placas de vídeo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: