O modelo de jogos F2P – Free-to-play, em que o game é grátis, mas parte de seu conteúdo é paga – se popularizou de forma assustadora nos últimos anos. No entanto, as desenvolvedoras têm tido problemas em uma parte essencial da sustentação desse estilo de jogo: a geração de receita.

O grande atrativo dos F2P é a oportunidade de ter contato com o game sem qualquer tipo de compromisso, deixando nas mãos do jogador a decisão de investir para progredir no game caso ele realmente tenha gostado da experiência.

Mas e se ele não gostar? Alguns developers optam por tentar gerar algum tipo de monetização em cima de usuários temporários com o uso de anúncios dentro do jogo. Em alguns casos, no entanto, são justamente esses ads que causam a evasão.

Como conciliar, então, uma experiência agradável para o jogador e que também gere dinheiro para sustentar o modelo F2P? É esse o desafio enfrentado hoje por desenvolvedoras e empresas de anúncios.

Agradando a Gregos e Troianos

Por ter sido amplamente difundido e aceito no mercado dos games, o fato de jogos free-to-play contarem com anúncios dentro do game não é exatamente um problema: os gamers entendem que isso se faz necessário para que a situação seja justa para quem trabalhou para produzir alguma coisa e optou por disponibilizá-la sem cobrar nada por isso.

Mark Robinson, CEO da deltaDNA, explica: "No início, os desenvolvedores agonizavam com os designs nativos de anúncios, que poderiam gerar um índice de rejeição altíssimo, mas agora as interseções e os ads por vídeos se tornaram parte da vida. Os jogadores estão muito mais habituados, principalmente aqueles que não têm planos de pagar pela experiência".

É neste contexto que a empresa de Robinson trabalha: com a utilização de ferramentas de análise de comportamento in game dos jogadores, é possível elaborar ads que se tornam ótimas fontes de renda além da disponibilização do conteúdo pago dos jogos.

Mudança de percepção

O problema encontrado por algumas pessoas é quando o ad quebra a experiência de alguma forma para oferecer algo completamente fora do contexto. Não se trata de oferecer algo, apenas, mas sim de oferecer algo certo e aproveitar a abertura do usuário – algo crucial em um mercado que está ficando cada vez mais disputado.

Enquanto as integrações de anúncios feitas de forma agressiva – seja interrompendo a jogatina ou simplesmente quebrando o layout do game – criaram um estigma sobre o assunto, a aplicação correta da ferramenta pode fazer com que as pessoas se interessem de forma sincera pelo que está sendo oferecido.

O designer de monetização da Smyowl, Jonathan Pereira, diz que as pessoas estão começando a se perguntar "por que devo ver isto?" ou "o que tem isso está me oferecendo?", e responder essas perguntas de forma convincente é vital para reter o público.

Análise de comportamento

O SmartAds da deltaDNA: análise de comportamento do usuário para criação de anúncios ajustados ao perfil certo

A entrega dos anúncios certos para os jogadores é feita com o uso de um serviço prestado pela deltaDNA chamado SmartAds, que combina a mediação dinâmica de anúncios e o cascateamento de mais de 100 redes de empresas de ads.

Isso serve para dar aos desenvolvedores uma noção melhor sobre os hábitos e preferências dos jogadores, permitindo uma aproximação personalizada em vez da genérica utilizada hoje.

Um exemplo é que, na tentativa de não serem agressivas, algumas developers deixam para mostrar anúncios depois de muito tempo de game, mas às vezes o perfil de quem joga aceitaria melhor uma abordagem mais imediatista – desde que oferecendo as coisas certas, que podem ser itens ou aceleradores de progresso.

Atingindo o cerne do F2P

O foco do novo método de anúncio não se resume apenas aos ads monetizados. Eles também são pensados para alavancar o engajamento naquilo que sustenta o modelo F2P: as compras in game.

Você poderá receber ofertas de coisas que seriam realmente úteis para você – e que, dependendo do seu nível de relação com o game, potencializa a sua propensão à aquisição do conteúdo pago oferecido. Não é uma perda de tempo com um anúncio que muitas vezes não tem qualquer relação com a sua experiência.

Anunciar de forma inteligente dentro dos games free-to-play é algo que pode beneficiar todos os setores: além de manter a estrutura de jogos F2P sustentável, pode enriquecer bastante a experiência do usuário.

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: