AmpliarAcredite: esta foi uma das fotos falsas ao lado de Samberg que enganou parte da mídia. (Fonte da imagem: Gawker)

“Tenho mentido desde o passado mais remoto que consigo lembrar.” Essa foi a frase de abertura do pedido de “desculpas honestas” escrito por Shirley Hornstein em seu blog há duas semanas. Ao contrário do que a talentosa senhora do Vale do Silício dizia, personalidades como Justin Timberlake e Andy Samberg nunca a conheceram de verdade.

A hábil mentirosa, que se intitulava uma empreendedora e nerd da tecnologia, foi desmascarada no ano passado depois que ela disse que trabalhava com Sean Parker, fundador do Napster. Antes disso, porém, Hornstein conseguiu enganar jornalistas, empreendedores, investidores e seus círculos de amizade; a Forbes, inclusive, chegou a elegê-la como uma das 40 mulheres mais influentes do mundo da tecnologia de 2012.

O truque

Photoshop. As habilidades de Hornstein na operação do software de edição de imagens eram tamanhas que, depois de ter manipulado fotos que a mostram ao lado de artistas como Justin Timberlake e Andy Samberg, ela conseguiu enganar a todos.

Justin Timberlake, na verdade, não conhece Shirley. (Fonte da imagem: Working Home Guide)

Andy Samberg, humorista norte-americano, ao lado de Shirley Hornstein, hábil operadora do Photoshop.
(Fonte da imagem: Mangas Verdes)

Publicadas periodicamente em seu blog, as imagens mostravam uma mulher bem disposta, sorridente e sempre abraçada com grandes personalidades do mundo pop. Desta forma, tudo mostrava que sim, Shirley Hornstein estava realmente infiltrada na costa oeste norte-americana, polo que concentra algumas das maiores empresas de tecnologia (Microsoft, Google, Yahoo e Apple, por exemplo, estão localizadas no tão conhecido Vale do Silício).

A mentira contada mil vezes não se tornou verdade

As “photoshopadas” de Hornstein construíram uma realidade paralela sob as paredes de um enorme castelo de cartas. Mas bastou apenas uma soprada mais forte para que tudo ruísse. E a ventania que quebrou definitivamente todas as colunas desse mundo fantástico foi iniciada justamente por Shirley.

Depois de declarar o Napster como local de trabalho, o fundador e acionista Sean Parker decidiu investigar a história a fundo. Feita a constatação de que nenhuma talentosa Ms. Hornstein trabalhava de fato na empresa, e somado a isso a farsa das imagens, Shirley, a nerd da tecnologia, caiu.

Um pedido honesto de desculpas

Em seu blog, Shirley Hornstein publicou um texto que conta toda a sua história. O primeiro parágrafo, que leva como título a frase “Desculpas Honestas”, traz revelações curiosas que mostram uma ex-nerd e ex-empreendedora arrependida.

“Tenho mentido desde o passado mais remoto que consigo lembrar. Tenho contado (provavelmente para você) desde mentiras mais simples até as do tipo ‘se eu digo isso eu vou conseguir o que quero’ e ‘esta mentira pode ter sérias consequências’. Na verdade eu gastei 26 anos (ou a minha vida toda) com mentiras, enganando e manipulando todos que me cercam – inclusive eu mesma. Finalmente eu tomei a decisão de parar com isso.”

Em seguida, Hornstein conta como tudo começou e o que tem acontecido nesses últimos 26 anos. Se você deseja ler o desabafo todo (em inglês), clique neste link e visite o blog de Shirley, a mulher que emplacou um lugar na Forbes a partir do uso avançado do Photoshop.

Cupons de desconto TecMundo: