O engenheiro Jeremy precisava de uma pausa de seu último projeto e resolveu relaxar – mas, em vez de sair de férias ou ir ao parque, ele resolveu juntar algumas baterias e ligá-las ao mesmo tempo, a partir de dois cabos, a uma série de objetos diferentes. Isoladas, cada fonte produziria apenas uma pequena faísca, mas o rapaz resolveu ampliar o experimento para obter resultados mais interessantes.

Para o experimento, foram utilizadas 244 baterias usadas, mas que ainda conservavam um pouco de carga. Ao captar a potência da corrente criada, o resultado foi de impressionantes 2.000 V – número que seria ainda maior caso todas estivessem totalmente carregadas.

No clipe de pouco mais de sete minutos, Jeremy testa a “arma” em LEDs, conectores e até um CD, derretendo, explodindo ou causando sérios danos aos objetos. Como a possibilidade de levar um choque é bastante alta, o rapaz recomenda que ninguém tente algo parecido em casa – o que não o impede de se divertir bastante com a brincadeira.

Fonte: The Custom Geek

Cupons de desconto TecMundo: