Já pensou em acessar milhares de obras raras do mundo inteiro sem sair de casa? O projeto da Biblioteca Digital Mundial, que será lançado no dia 21 de abril, vai permitir que a população acesse, sem custo algum, o acervo das maiores bibliotecas do planeta através da internet.

A iniciativa partiu da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos em conjunto com a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) em junho de 2005. Desde então, diversas instituições públicas e privadas do mundo inteiro vêm juntando esforços para contribuir com o projeto.

Obras raras e muito valiosas

O projeto inclui adigitalização de diversas obras raras do passado. Entre elas estãocartas, livros, mapas, gravuras, fotografias, manuscritos, filmes eoutros materiais que possuem um valor cultural imensurável. Com isso,educadores, estudantes e pesquisadores poderão contar com um grandevolume de documentos históricos de diferentes povos graças àtecnologia.

Participação brasileira

Desde dezembro de 2003, a Fundação Biblioteca Nacional, em conjunto com a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, mantêm um projeto de cooperação entre as duas bibliotecas chamado “Brasil e Estados Unidos: Expandindo Fronteiras, Comparando Culturas”, que trata da relação histórica entre os dois povos. Essa parceria foi o início de uma relação cultural entre os dois países que, depois, seria expandida com o projeto da Biblioteca Digital Mundial.

Todo conhecimento do mundo em um único lugar.Em outubro de 2007, na 37ª Conferência Geral da UNESCO, foi lançado o protótipo do site que já contava com a participação de mais de 30 bibliotecas de diferentes partes do mundo. Entre elas estão a Biblioteca de Alexandria, a Biblioteca Nacional do Egito, a Biblioteca Nacional da Rússia e a Biblioteca Nacional do Brasil.

O internauta vai poder acessar o conteúdo do site em sete idiomasdiferentes: as seis línguas oficiais da ONU (inglês, francês, espanhol,árabe, chinês e russo) e mais o português. Isso, graças à grandeparticipação brasileira através da Fundação Biblioteca Nacional, que éconsiderada uma das dez maiores bibliotecas do mundo e a maior daAmérica Latina.

 

 

Vídeo com uma demonstração do site que será lançado no dia 21 de abril de 2009.

Uma participação especial

Em novembro de 2005, o Google foi a primeira empresa privada a contribuir com o projeto, doando a quantia de três milhões de dólares para ajudar no planejamento e desenvolvimento da biblioteca virtual. Além disso, a empresa também está participando do processo de digitalização das obras da maior biblioteca do mundo: a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.Várias culturas partilhando conhecimento.

Descentralizando o conhecimento

O objetivo principal da Biblioteca Digital Mundial é criar um espaço para promover o conhecimento e quebrar as barreiras territoriais e culturais. Dessa forma, as obras não ficarão disponíveis apenas nos grandes centros Europeus e Américas, mas sim, em cada canto do planeta que possua uma conexão com a internet.

Essa é mais uma ferramenta que ajudará os governos nos programas de inclusão digital, o que tornará o conhecimento acessível a todos os estudantes das escolas, universidades e comunidades pobres do mundo inteiro pela tela do computador.

Cupons de desconto TecMundo: