Que tal a Revolução Russa encenada em um MMORPG? (Fonte da imagem: Divulgação / Blizzard)

Enquanto a China já virou especialista em imitar jogos, consoles inteiros e até uma Apple Store, a Rússia parece apontar para o mesmo horizonte. Durante um discurso, o presidente do país, Dmitry Medvedev, mostrou-se conhecedor dos meios digitais e apontou o game World of Warcraft como um exemplo a ser seguido no desenvolvimento de jogos.

O motivo, segundo ele, é a popularidade entre os jovens de jogos “pseudo-históricos e baseados em fantasia”, como o mundialmente celebrado WoW, que em breve será lançado oficialmente no Brasil.

Desse modo, ainda de acordo com Medvedev, a Rússia deveria tentar a produção de algo muito parecido, porém com um foco educacional: o objetivo, em vez de derrotar seres mágicos em reinos ficcionais, seria ensinar a história da nação aos estudantes. O jogo teria desenvolvimento e público-alvo interno, possivelmente para celebrar o aniversário de 1.150 anos do país. Será que daria certo?

Cupons de desconto TecMundo: