Um drone que operava debaixo d'água na costa oeste da Austrália foi alvo de um ataque inesperado: um tubarão de cerca de quatro metros de comprimento.

O drone do professor de oceanografia Charitha Pattiaratchi, da University of West Australia, ficou bastante danificado e com as marcas de mordida resultantes do ataque.

O animal teria confundido o equipamento de dois metros de comprimento com um peixe ou uma foca e realizado o ataque. O objetivo da pesquisa era realizar medições de temperatura e salinidade da água — quando, de repente, o envio de sinais simplesmente parou. Parte dos sensores foi arrancada e o dano estimado é de US$ 20 mil dólares. Poderia ser pior: ao todo, o drone custa US$ 250 mil.

O drone estava a 15 metros de profundidade quando foi atacado. Não foi possível detectar a espécie do tubarão, mas a mordida indica que a mandíbula do bicho mede meio metro de largura.

Sim, pode acontecer

O vídeo acima mostra que esse tipo de ataque está cada vez mais comum, atraindo até o imponente tubarão-branco para dar umas mordidas — e sair desapontado por aquilo não ser o almoço. A gravação foi feita com uma GoPro no México em 2013.

Cupons de desconto TecMundo: