Projetos ousados encabeçados por inventores amadores volta e meia repercutem mídia afora – já vimos, por exemplo, um garoto de 13 anos fazer sua própria versão do Google Glass; entusiastas chegaram até mesmo a construir um protótipo de foguete em casa. Desta vez, Lucas Teske, 23, estudante de Sistemas de Informação da USP, é que decidiu colocar as mãos na massa. Ao gastar pouco mais de R$ 5 mil, Teske montou seu próprio Drone.

Com peças compradas através de sites como Hobbyking, DealExtreme e Mercado Livre, o estudante equipou sua aeronave não tripulada com um chassi, quatro hélices, um motor, controle (para até 2 km) e luzes LED. O drone caseiro conta também com um sistema de monitoramento em tempo real – para tanto, uma GoPro foi usada (este componente foi responsável por 40% do valor total do projeto).

#pixhawk read #leds :D

Um vídeo publicado por Lucas Teske ?? (@racerxdl) em

Segundo informa o site Folha, Teske afirma que montar sua própria aeronave tem de fato suas vantagens; o uso de um software de código aberto facilita o acesso à customização do sistema para exploração de capacidades que seriam pagas em um aparelho convencional. O brasileiro é integrante do grupo Software Livre na Campus Party e faz pesquisa acadêmica em sistemas de “internet das coisas”.

Vale notar que, ainda conforme explica Teske, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda não possui regulamentação acerca da circulação de drones. “Não poderia estar voando aqui, por exemplo”, diz o programador. 

Cupons de desconto TecMundo: