Uma nova proposta acaba de ser enviada ao congresso dos Estados Unidos. Trata-se de uma requisição da administração do governo de Donald Trump, que pede para que os legisladores aprovem uma nova lei para dar permissões de interceptação e controle de qualquer drone que possa ser considerado uma ameaça.

De acordo com uma reportagem publicada pelo The New York Times, se a proposta for aceita em sua totalidade, seria permitido às autoridades o rastreamento, hack, controle e até mesmo destruição de qualquer objeto que esteja sobrevoando o solo norte-americano.

Isso inclui não somente drones que possam ser interpretados como ameaças estrangeiras ou terroristas, mas também drones de gravação ou uso pessoal — como modelos da Yuneec, DJI ou Parrot.

Como lembra o CNET, nos últimos anos alguns drones pessoais causaram vários problemas para aeronaves nos Estados Unidos. Apesar de nenhum incidente grave ter sido registrado, o que o governo dos EUA pretende fazer é evitar que essa história mude com o aumento do número de drones no país.

Resta saber quais serão os parâmetros para a tomada de cada uma das decisões possíveis: rastreamento, hack, controle ou destruição — lembrando que o próprio projeto diz que isso seria feito "respeitando privacidade, direitos e liberdades civis dos cidadãos americanos".

Cupons de desconto TecMundo: