Aficionados por tecnologia, amantes de uma alimentação saborosa, ermitões que querem evitar todo e qualquer tipo de contato com a humanidade e basicamente qualquer morador da Terra-média do mundo real têm motivos de sobra para comemorar: a Domino’s realizou na última quarta-feira (16) sua primeira entrega de pizza via drone para clientes da Nova Zelândia. O projeto é uma parceria com a Flirtey – um serviço de entregas aéreas – e marca mais um investimento da pizzaria nos brinquedinhos não tripulados.

Sim, esse tipo de envio de produtos não é exatamente novidade, mesmo no sempre badalado segmento do delivery de fast food. Enquanto a Amazon se tornou icônica no uso dos drones para distribuir todo tipo de equipamentos vendidos em sua loja nos EUA, a própria Domino’s também já chegou a entregar pizzas utilizando o método há alguns anos. Quer um exemplo mais próximo? Sem problemas, já que, em junho de 2014, uma pizzaria de Santo André (SP) testou esse formato de entregas por um tempo antes de a ANAC acabar com a brincadeira.

Pizza voadora? Tô dentro!

O executivo acredita que essa seja a melhor maneira de os clientes receberem suas pizzas quentinhas

Qual é a novidade da ação da Domino’s, então? Oras, mostrar que a companhia planeja expandir esse tipo de serviço para além das terras de Donald Trump. “Investimos nessa parceria e nesse tipo de tecnologia porque acreditamos que as entregas via drone serão componentes essenciais do nosso delivery”, explicou Don Meij, CEO da empresa. Como o entregador aéreo consegue evitar congestionamentos e semáforos, o executivo acredita que essa seja a melhor maneira de os clientes receberem suas pizzas quentinhas.

Por enquanto, somente quem morar em um raio de 1,5 km da unidade da pizzaria na cidade de Whangaparaoa vai poder usufruir da novidade, uma vez que os drones tem uma autonomia e um raio de ação limitados. Isso, no entanto, não deve brecar a expansão do serviço por muito tempo, já que a Domino’s afirma que vai usar os dados coletados durante os percursos pelos céus neozelandeses para desenvolver projetos para suas lojas na Austrália, Bélgica, França, Países Baixos, Japão e Alemanha.

Cupons de desconto TecMundo: