Como reconhecer iPhone falso? 7 dicas para saber se é original

3 min de leitura
Imagem de: Como reconhecer iPhone falso? 7 dicas para saber se é original
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

O segmento de tecnologia sofre com as constantes falsificações de produtos, e com a Apple não é diferente. O iPhone, carro-chefe da marca da maçã, é alvo de pirataria, nem sempre de fácil identificação tamanho esmero dos golpistas. No entanto, existem maneiras de saber se está diante de possíveis imitações.

Algumas são simples e fáceis de serem postas em prática, como apenas adquirir modelos na loja oficial da marca ou em estabelecimentos reconhecidos e de confiança. Também é importante desconfiar de promoções com preços muito abaixo dos praticados no mercado. Confira outros métodos de se precaver e garantir a originalidade de seu smartphone Apple.

1. Verifique número de série e IMEI

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)Fonte:  Unsplash 

A melhor maneira de garantir a autenticidade de um iPhone é verificando o número de série do aparelho e o IMEI (Internacional Mobile Equipment Identity), um código único composto por 12 caracteres que funciona como se fosse o CPF. Você encontra essas duas informações na caixa que acompanha o celular ou indo até Ajustes > Geral > Sobre.

Há também um site criado pela Apple para ajudar clientes garantirem que estão em posse de um aparelho original. Basta checar o número de série da caixa com a ferramenta oferecida no site (clique aqui para acessá-lo). Se o número for identificado, então está tudo correto.

2. Confira se o sistema iOS está instalado

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)Fonte:  Pexels 

Aparelhos da companhia não rodam utilizando sistema operacional que não seja o iOS, desenvolvido por pela própria companhia. Com isso em mente, se você estiver diante de um celular com desenho da maçã e ele estiver usando Android, bingo: iPhone falso.

E nem adianta o símbolo dos aplicativos serem iguais. Um iPhone original adquire apps através, apenas, da App Store.

3. Verifique se a Siri funciona

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)Fonte:  Unsplash 

Pode ser que várias marcas possuam assistentes virtuais em seus aparelhos celulares, mas só o iPhone tem a Siri. Introduzida no antigo iPhone 4S, a assistente da Apple é parte integrante dos aparelhos, acionada pelo botão Home.

Se a Siri não responder às tentativas de acioná-las, há grandes chances que você esteja diante de um aparelho falsificado. Com isso em mente, se estiver desconfiado, vale a pena testar a assistente virtual antes da compra.

4. Confira o Touch ID e o Face ID

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)Fonte:  Pexels 

Tanto o Touch ID como o Face ID se tornaram marcas registradas dos aparelhos da Apple. Muitos dos recursos do celular são ativados através desses dois recursos, especialmente o desbloqueio do aparelho.

Você consegue verificar a presença dos recursos na parte de Ajustes do celular. No caso de sua ausência, existe grande chance do iPhone ser falso ou muito antigo.

5. Esteja atento à capacidade de memória do iPhone

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)Fonte:  Unsplash 

Todo aparelho da Apple vem com capacidade de memória definida de fábrica e são incapazes de receber extensão. Desde a versão 7, os iPhones possuem pelo menos 32GB de armazenamento. Outras medidas são sempre múltiplos, como 64GB, 128GB, 256GB, 512GB e 1TB.

Desconfie de valores diferentes dos aqui expostos, especialmente se anunciados 8GB ou 16GB, armazenamento não trabalhado pela empresa do eterno Steve Jobs desde modelos muito antigos.

6. Analise o acabamento e acessórios

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)Fonte:  Pexels 

A Apple é conhecida pelo design único de seus aparelhos. Caso vá fazer uma aquisição em loja física, esteja atento e desconfie de celulares com partes plásticas, muito pesadas ou problemas de acabamento.

Verifique no site oficial da marca os acessórios que acompanham o modelo que deseja adquirir. Eles também possuem design exclusivo. Recorde-se que após o iPhone 11 a empresa retirou carregadores e fones de ouvido do pacote que acompanha o celular.

7. Conheça os recursos oficiais da Apple

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)Fonte:  Unsplash 

Caso você se depare com um anúncio que oferte um smartphone da gigante de tecnologia e nele estejam descritos a disponibilidade de recursos como TV, desconfie. Um iPhone original não dá acesso à TV digital, por exemplo.

Outro detalhe importante: certamente o aparelho será falso se disser que vem com jogos embutidos ou é dual-chip. O mesmo vale, como dissemos acima, para a memória interna do celular. Afinal, o iPhone não permitem extensão de armazenamento.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.