Apple: iPhones com iOS 15 para comprar em 2022

8 min de leitura
Imagem de: Apple: iPhones com iOS 15 para comprar em 2022
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Conhecida pela distinta qualidade e capricho dedicado aos seus produtos, a Apple se destaca entre as melhores fabricantes de celular do mercado. Em suma, o sucesso da empresa nesse setor pode ser explicado na abordagem "segura" adotada no desenvolvimento do iPhone, que tende a se apoiar em um controle de qualidade exigente e benéfico para o público.

Esse fator também influencia no visual dos modelos, que acabam por compartilhar muitas semelhanças entre si, embora ofereçam melhorias significativas a cada lançamento — algo que, por consequência, também reforça a linguagem visual da Apple. Nesse contexto, é fácil acabar confundindo características chaves de cada geração do iPhone, que costuma ser renovada anualmente.

Assim, o TecMundo preparou um guia completo com todos os modelos de iPhone compatíveis com o iOS 15, mais recente sistema operacional da Apple, para auxiliar os internautas interessados. Vale ressaltar que, diferente da concorrência Android, o suporte de atualizações da Maçã já se estendeu por até 6 grandes versões de software em alguns casos, garantindo uma longevidade ímpar para seus consumidores.

Sem mais delongas, confira a lista:

iPhone SE 2022

iPhone SE de terceira geraçãoiPhone SE de terceira geraçãoFonte:  Apple 

O celular mais recente da Apple, o iPhone SE 2022 é a terceira geração do modelo "baratinho" da companhia. O dispositivo traz design similar ao iPhone 8, com tela de 4,7'' com resolução HD, uma borda para guardar a câmera frontal e sensor Touch ID.

Enquanto o visual é clássico, o celular conta com um "motor" potente. O smartphone da Apple vem com o processador A15, o mesmo do iPhone 13, e traz 4 GB de memória RAM, além de uma nova câmera de 12 MP.

Considerando o lançamento recente, o aparelho é uma boa opção de iPhone para quem busca um equilíbrio entre custo-benefício vários anos de suporte de software, já que o iOS 15 é o primeiro sistema do smartphone.

iPhone 13

Linha iPhone 13. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 13. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Tratando-se da linha de celulares mais recente da Apple, o iPhone 13 foi anunciado no final do ano passado e apresentou uma séria de melhorias em relação ao seu antecessor. Aperfeiçoando o visual, a Apple tornou o infame "entalhe" 20% menor na família, sem abrir mão dos sensores fotográficos necessários para o funcionamento do Face ID. A mudança é discreta, mas deve agradar os usuários que ainda não aceitaram a solução estética.

Para oferecer o melhor desempenho possível, a família conta com o processador A15 Bionic, capaz de realizar 15,8 trilhões de operações por segundo. A marca é especialmente importante para as tarefas de inteligência artificial, fundamental para a qualidade obtida no registro de imagens e vídeo dos modelos.

Outro destaque da linha é a tela, que recebeu atenção redobrada para os modelos "Pro" com a chegada da tecnologia ProMotion — responsável por viabilizar a taxa de atualização de 120 Hz.

iPhone 12

Linha iPhone 12. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 12. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Em 2020, a Apple revelou a linha iPhone 12 em uma apresentação com grande foco no 5G e em acessórios proprietários. Todos os modelos da família possuem suporte ao novo padrão de sinal celular, além de contar com a adição do MagSafe, que possibilita o "encaixe" magnético de várias soluções e evita acidentes cotidianos. No quesito fotográfico, há a adição de recursos como o ApplePro Raw, Smart HDR 3 e QuickTake.

Tratando-se do visual, vale ressaltar que a linha abandonou os cantos e bordas arrendondadas para adotar um aspecto planificado, no geral, similar ao encontrado no iPhone 5. Nesse contexto, também há a chegada da variante "mini", que oferece a potência encontrada no restante da família em um corpo compacto.

No quesito de software, não há preocupações, já que os modelos da família iPhone 12 foram lançados com o iOS 14 e são compatíveis com o iOS 15, garantindo uma extensa série de atualizações de sistema operacional para o futuro.

iPhone 11

Linha iPhone 11 Pro. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 11 Pro. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Apostando em um novo público-alvo, a Apple apresentou o iPhone 11 junto de duas novas variantes, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, em 2019. Na família e adiante, a Apple garantiu o destaque do quesito fotográfico nos aparelhos, com os modelos "profissionais" possuindo três sensores, enquanto o básico dispõe de apenas dois. Como resultado, há um grande salto na qualidade das imagens e vídeos registrados, representando um novo marco geracional para a empresa.

Como de costume, as principais melhorias ficam na parte "interna" dos modelos, como é o caso do processador Apple A13 Bionic e os avanços da inteligência artificial, que habilita uma série de novos recursos. A família iPhone 11 chegou ao mercado com o iOS 13, pode ser atualizada para o iOS 15, e deve ter uma longa linha de atualizações oficiais.

iPhone Xs e iPhone XR

Linha iPhone Xs. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone Xs. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Confundindo alguns usuários com sua recém-alterada nomenclatura, a Apple atualizou a linha iPhone X em 2018, apresentando os novos modelos iPhone Xs, iPhone Xs Max e iPhone XR. Descomplicando, na prática, os dois primeiros modelos funcionam como sucessores discretos, trazendo melhorias pontuais de desempenho e câmera. No entanto, a última variante é a principal novidade, já que se trata de uma alternativa "econômica", mas ainda eficiente, do topo de linha — tal qual o iPhone 5c, em seu respectivo lançamento.

Visualmente, os modelos são bastante semelhantes ao seu predecessor, com as principais mudanças pertencendo ao iPhone Xs Max, que assume o manto aposentado da linha "Plus" e oferece uma opção mais generosa de tela. Tratando-se do suporte para atualizações, todas as variantes já são compatíveis com o iOS 15 e devem receber novas versões do sistema operacional da Apple.

iPhone X

Linha iPhone X. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone X. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Representando o início de uma nova era para a estética dos aparelhos da Apple, que já envelheceu ao menos cinco anos, o iPhone X chegou ao mercado com a ausência completa de botões frontais. Os modelos da linha agora contam com uma proporção de tela-para-chassi muito maior, cobrindo cerca de 82% da interface frontal contra apenas 68% do estilo passado. Notavelmente, outra principal mudança é a chegada do "entalhe", que abriga o novo sistema de segurança "Face ID", além da aprimorada câmera frontal.

Repleto de melhorias de software, que funcionam bem em conjunto do Apple A11 Bionic, o iPhone X estreou com o iOS 11 e possui suporte para o iOS 15. Felizmente, o modelo ainda deve encarar um longo período de suporte para atualizações, caso a Apple mantenha sua política de distribuição de sistemas operacionais.

iPhone 8

Linha iPhone 8 Plus. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 8 Plus. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Atualizando a consagrada estética apresentada ainda no iPhone 6, o iPhone 8 foi anunciado em setembro de 2017 — junto do iPhone X, curiosamente. Além das costumeiras melhorias, o novo modelo agora possui o acabamento da parte traseira em vidro, que facilita o suporte recém-adicionado ao carregamento sem fio. De maneira geral, conforme explica a Apple, as mudanças resultaram em um aumento de 50% na durabilidade da linha em relação ao lançamento passado.

Embora tenham sido chamados de "iPhone 7s" por alguns especialistas, o iPhone 8 e iPhone 8 Plus receberam elogios da mídia acerca de seu desempenho sólido e sistema de câmeras aprimorado. As decisões da Apple, felizmente, devem garantir que a linha perdure através de duas futuras atualizações de sistema — pelo menos.

iPhone 7

Linha iPhone 7 Plus. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 7 Plus. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Em 2016, a Apple apresentou a linha iPhone 7 ao público. Assim como na iteração passada, os modelos receberam melhorias incrementais e, pela primeira vez, abandonaram o botão "Home" físico pelo sensor Force Touch, que simula uma resposta tátil e dispõe do Touch ID. Visualmente, há poucas mudanças em relação ao iPhone 6s, prevalecendo a abordagem "segura" da empresa — embora o iPhone 7 Plus possua uma câmera "extra", na época inédita, em sua parte traseira.

Originalmente lançados com o iOS 10, o iPhone 7 e o iPhone 7 Plus podem ser os próximos a serem "aposentados" pela Apple, já que receberam pelo menos cinco atualizações de software — incluindo o iOS 15. No entanto, também é possível que os modelos recebam um suporte estendido, como o iPhone 6, que teve seu sistema operacional atualizado seis vezes.

iPhone 6s

Linha iPhone 6s. (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone 6s. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Corrigindo as falhas deixadas pelos antecessores, a linha iPhone 6s foi lançada em setembro de 2015 com o processador Apple A9 — 70% mais rápido que o Apple A8. Na prática, os modelos da família não inovam no visual, oferecendo apenas avanços em seu interior. A principal novidade em seu lançamento era o Touch 3D, capaz de reconhecer a intensidade dos toques realizados na tela e oferecer uma resposta háptica diferenciada.

Sem ousadia, o iPhone 6s Plus não oferece muito além de seu tamanho avantajado, que abriga a tela Full HD de 5,5", maior capacidade de bateria e estabilização óptica na câmera traseira.

Ambos os modelos contam com o Touch ID como principal método de proteção e não devem ser atualizados além do iOS 15. Ou seja, com o fim do suporte a partir do ano que vem, é uma boa ideia apostar em celulares mais recentes da Apple.

iPhone SE (1ª Geração e 2ª Geração)

Linha iPhone SE (1ª Geração). (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone SE (1ª Geração). (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Possivelmente considerada uma das linhas mais populares da Apple no mercado brasileiro, o iPhone SE é uma espécie de retrofit tecnológico, isto é, um resgate de visuais "antigos" unido a especificações técnicas renovadas. Em suma, os modelos do tipo reaproveitam a famosa estética estabelecida por lançamentos passados para economizar no preço, enquanto entregam maior desempenho graças ao hardware atualizado e recursos mais recentes — além de evocarem o fator "nostálgico".

Mais especificamente, a linha iPhone SE conta com dois modelos homônimos, diferenciados como "1ª Geração" e "2ª Geração" — que se remetem ao iPhone 5s e iPhone 8, respectivamente. O primeiro do tipo foi lançado ainda em 2016, equipado com o processador Apple A9 e um sistema levemente aprimorado de câmeras, bateria maior e sistema operacional atualizado.

Linha iPhone SE (2ª Geração). (Fonte: Apple / Reprodução)Linha iPhone SE (2ª Geração). (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

O modelo de 2020 chegou com o processador Apple A13 Bionic e um sistema de câmeras muito superior ao seu "semelhante", iPhone 8 — sendo comparado, na época, ao iPhone XR. As mudanças garantem, por exemplo, um Modo Retrato com iluminação personalizada, HDR inteligente e melhores filmagens.

Tratando-se de recursos, ambos os modelos são protegidos pelo Touch ID, foram lançados com o iOS 13 e possuem suporte ao iOS 15. Considerando o histórico de lançamentos da Apple, é possível sugerir que o iPhone SE mais antigo não continuará sendo atualizado, enquanto o modelo mais recente ainda deve receber pelo menos três grandes atualizações de sistema operacional.

No entanto, para quem está pensando em comprar um novo celular da série, talvez a melhor escolha seja apostar na terceira geração do iPhone SE. Para quem busca um modelo com design moderno e visual compacto similar à linha SE, o iPhone 13 mini pode ser uma boa opção.

Imagem: Smartphone Apple iPhone 13 Pro Max, 256 GB
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smartphone Apple iPhone 13 Pro Max, 256 GB

Os novos smartphones da Apple chegaram, agora o iPhone 13 Pro Max está disponível com um design tão bonito quanto resistente, com aço inoxidável de qualidade cirúrgica, Ceramic Shield e resistência à água IP68.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.