Positivo e Transsion lançam Infinix Note 10 Pro por R$ 1,5 mil

3 min de leitura
Imagem de: Positivo e Transsion lançam Infinix Note 10 Pro por R$ 1,5 mil
Imagem: Transsion/Reprodução
Avatar do autor

A Positivo anunciou nesta segunda-feira (25) o lançamento do Infinix Note 10 Pro, smartphone da chinesa Transsion, nova parceira da empresa brasileira. O celular já está à venda a partir de R$ 1,5 mil com 2 anos de garantia.

O produto tem especificações de intermediário, mas promete competir com tops de linha a partir de um valor muito mais competitivo. Além disso, a Positivo afirma que o aparelho tem apelo para o público gamer.

O Infinix Note 10 Pro tem display Full HD de 6,95 polegadas, frequência de atualização de 90 Hz, taxa de sensibilidade de toque de 180 Hz e 91% de aproveitamento de tela. No quesito memória, o dispositivo oferece 8 GB de RAM e a partir de 128 GB de armazenamento com tecnologia UFS 2.2.

Infinix Note 10 Pro

O celular está equipado com processador MediaTek Helio G95 que tem 8 núcleos de até 2,05 GHz. No quesito câmeras, tem na traseira uma lente wide de 64 MP (ultra night), uma ultra-wide de 8 MP (120°), outra de 2 MP de profundidade e uma quarta monocromática de 2 MP. A câmera frontal conta com 16 MP.

A bateria do Infinix Note 10 Pro é de 5.000 mAh e o carregador é de 33 W, com promessa de fornecer até 2 horas de bateria com apenas 5 minutos na tomada. A Positivo e a Transsion afirmam que o aparelho consegue reproduzir 142 horas ininterruptas de música, 58 horas em ligações e 11 horas de jogo.

O smartphone também tem dois alto-falantes laterais com estéreo com DTS, sistema XOS 7.6 (proprietário da marca chinesa e baseado no Android 11), sensor digital, desbloqueio por reconhecimento facial, USB-C, NFC e Bluetooth 5.0. Por outro lado, o Infinix Note 10 Pro não tem tecnologia 5G.

Infinix

De acordo com os executivos, o novo aparelho é melhor que o Samsung A72 e concorre com modelos como Note 10 Pro, da Xiaomi, e a linha do novo Motorola Edge.

Preço e disponibilidade

O Infinix Note 10 Pro está disponível nos sites das varejistas do grupo Via (Casas Bahia, Ponto e Extra) e deve chegar ainda nesta semana às lojas físicas das Casas Bahia. Em dezembro, o celular também estará à venda nas lojas da operadora Vivo.

O smartphone chega ao Brasil nas cores Nordic Secret (branca) e Black (preta com traseira espelhada e tons degradê). A versão com 128 GB tem preço sugerido de R$ 1.499, enquanto a edição com 256 GB custa a partir de R$ 1.699.

Infinix

Parceria inédita

O Infinix Note 10 Pro é o primeiro resultado da parceria entre Positivo e Transsion, que é uma das maiores fabricante de smartphones do mundo e se destaca em mercados como África, Ásia, Oriente Médio e Índia. “No nosso ponto de vista, o Brasil é um mercado-chave na América Latina, por isso nossa operação no continente começa por ele. Estamos comprometidos a fazer com que nossa visão e produtos tragam valor para os usuários brasileiros”, disse Benjamin Jiang, executivo da Transsion.

Helio Rotenberg, presidente da Positivo, lembrou que o acordo com a marca foi fechado após uma negociação frustrada com a Huawei em 2018. Na época, as conversas caminhavam bem, mas foram encerradas principalmente por causa de problemas geopolíticos da Huawei com o governo dos Estados Unidos. “Nós aprendemos muito com aquele caso, principalmente sobre o fato de que precisamos acompanhar questões políticas além dos negócios”, reconheceu Rotenberg.

Infinix

Norberto Maraschin, vice-presidente de Negócios de Consumo e Mobilidade da Positivo, explicou que a nova parceria inclui a fabricação de todos os produtos em território nacional. Para isso, uma equipe com 50 engenheiros está atuando no Brasil. “Um produto como o Infinix Note 10 Pro custa em média R$ 3 mil nas lojas por aqui. Nossa intenção é oferecer uma opção mais competitiva para os brasileiros, de um produto que concorrerá com modelos premium e que pela primeira vez terá 2 anos de garantia", disse.

No primeiro trimestre de 2022, a Positivo já terá um portfólio completo de produtos da Transsion, com pelo menos três modelos de smartphone. Ao longo de 2022, a expectativa é que mais quatro aparelhos sejam produzidos e comercializados por aqui em mais de 15 mil pontos de venda espalhados por todo o país.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.