8 celulares com as maiores baterias no Brasil

4 min de leitura
Imagem de: 8 celulares com as maiores baterias no Brasil
Imagem: Pexels
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Com a modernização dos componentes de celular, a busca por desempenho bruto deixou de ser uma prioridade e deu espaço para o desenvolvimento de outras características, como o aumento da autonomia da bateria. Atualmente, nesta categoria, há modelos que oferecem desde 5.000 mAh a até mesmo 13.200 mAh, como o Power Armor 13,  uma excentricidade desenvolvida pela chinesa Ulefone.

Embora o foco destes modelos seja direcionado para a maior autonomia da bateria, seus demais recursos não deixam nada a desejar. Atendendo a todos os gostos, a categoria de dispositivos "parrudos" na energia também oferece opções com destaque para as câmeras, tela e desempenho.

Confira abaixo uma lista de celulares com foco na bateria que estão disponíveis para compra no Brasil.

Moto G60s (5.000 mAh)

Moto G60s, da Motorola. (Fonte: Motorola / Reprodução)Moto G60s, da Motorola. (Fonte: Motorola / Reprodução)Fonte:  Motorola 

Com tela de 6,8" Max Vision, o Moto G60s acabou de desembarcar no Brasil com uma apresentação de respeito. Seu display conta com uma taxa de atualização de 120 Hz e suporte para HDR10, complementando a resolução FHD+ de 1080 x 2460 pixels.

Além disso, o conjunto de câmeras oferece uma experiência satisfatória para os usuários amantes da fotografia. Por fim, mas não menos importante, está a bateria de 5.000 mAh, otimizada para oferecer até 36 horas de autonomia e com suporte para carregamento rápido de 50W. O preço? O celular foi anunciado por R$ 2.499.

Moto G9 Power (6.000 mAh)

Moto G9 Power, da Motorola. (Fonte: Motorola / Reprodução)Moto G9 Power, da Motorola. (Fonte: Motorola / Reprodução)Fonte:  Motorola 

Lançado em dezembro do ano passado, o Moto G9 Power oferece recursos modestos e um bom custo-benefício.

O modelo conta com três câmeras traseiras, processador Snapdragon 662 e 4 GB de memória RAM, que podem ser utilizados por até 60 horas graças à sua enorme bateria de 6.000 mAh com recarga rápida de 20W.

Galaxy A02s (5.000 mAh)

Galaxy A02s, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Galaxy A02s, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Fonte:  Samsung 

O Galaxy A02s é uma versão melhorada de seu modelo "irmão", o Galaxy A02. A variante conta com um processador Snapdragon 450 para obter maior desempenho durante as tarefas cotidianas e um sensor extra de profundidade, que promove melhor qualidade no registro de imagens.

O celular focado da Samsung é energizado pela generosa bateria de 5.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 15W. O modelo também se destaca pelo custo-benefício e está entre os melhores aparelhos de entrada do ano.

Galaxy M62 (7.000 mAh)

Galaxy M62, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Galaxy M62, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Fonte:  Samsung 

Também recém-chegado ao Brasil, o Galaxy M62 é uma excelente opção para os usuários que buscam versatilidade de uso. O modelo conta com um conjunto de quatro câmeras, processador Exynos 9825 (o mesmo presente na linha Galaxy Note 10) e 8 GB de memória RAM.

Todo o conjunto é energizado pela bateria de 7.000 mAh, com suporte para carregamento rápido de 25W, seu maior destaque. Quanto ao preço, o modelo conta com o valor de lançamento de  R$ 2.499.

Galaxy M51 (7.000 mAh)

Galaxy M51, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Galaxy M51, da Samsung. (Fonte: Samsung / Reprodução)Fonte:  Samsung 

O Galaxy M51 é celebrado pelo desempenho da autonomia de sua bateria — e não é para menos. Além da enorme capacidade de 7.000 mAh, com carregamento de 25W, o rendimento do componente foi descrito como "monstruoso" pelo site DXOMARK, especializado em testes de celulares. Para complementar, o modelo conta com um processador Snapdragon 730, um conjunto de quatro câmeras e tela Super AMOLED+ de 6,7".

Especificações

  • Tela: 6,7" Super AMOLED+, com resolução FHD+ (1080 x 2400 pixels, 60 Hz)
  • Processador:  Snapdragon 730 Octa-core (2,2 GHz)
  • Armazenamento: 128 GB (UFS 2.1, expansível via microSD)
  • RAM: 6 GB
  • Bateria: 7.000 mAh, suporte para carregamento rápido de 25W
  • Câmeras: 64 MP (principal, wide), 12 MP (ultra-wide), 5 MP (macro) e 5 MP (profundidade); 32 MP (frontal)
  • Software: Android 11, One UI 3.1
  • Extras: Dois chips, leitor biométrico, NFC

Redmi Note 10 Pro (5.020 mAh)

Redmi Note 10 Pro, da Xiaomi. (Fonte: Xiaomi / Reprodução)Redmi Note 10 Pro, da Xiaomi. (Fonte: Xiaomi / Reprodução)Fonte:  Xiaomi 

Potente, o Redmi Note 10 Pro se destaca pela sua bateria de 5.020 mAh com suporte para o carregamento rápido de 33W. Segundo a Xiaomi, o modelo consegue recarregar cerca de 59% de sua capacidade energética em apenas 30 minutos — um recurso desejado em um cotidiano agitado.

A presença do Snapdragon 732G, acompanhado de 6 GB de memória RAM, também assegura agilidade na execução de tarefas com o smartphone, enquanto a câmera de 108 MP capricha nas fotos. O modelo chegou ao Brasil oficialmente com valores na casa dos R$ 3 mil, mas já pode ser encontrado por valores mais amigáveis.

Realme C25 (6.000 mAh) e Realme C11 (5.000 mAh)

C25 e C11, da Realme. (Fonte: Realme / Reprodução)C25 e C11, da Realme. (Fonte: Realme / Reprodução)Fonte:  Realme 

Bastante similares, os modelos de entrada C11 e C25, da Realme, são boas opções para obter autonomia de bateria com um orçamento enxuto. Enquanto o primeiro modelo oferece uma configuração mais básica, porém com bom desempenho, o segundo já apresenta mais recursos, tais como processador melhorado, mais memória RAM e leitor biométrico.

O C11 está disponível com uma bateria de 5.000 mAh com carregamento de 10W. Já o C25 possui a capacidade de 6.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 18W.

Além do desempenho energético e diferenças de especificações, outro fator que deve influenciar na hora da compra é o preço. O Realme C11 já pode ser encontrado no Brasil com valores abaixo dos R$ 999, enquanto o C25 é vendido nas varejistas brasileiras com preços na casa dos R$ 1.400.

Especificações - Realme C11

  • Tela: 6,5" IPS LCD, com resolução HD+ (720 x 1560 pixels, 60 Hz)
  • Processador:  Helio G35 Octa-core (2,3 GHz)
  • Armazenamento: 32 GB (eMMC 5.1, expansível via microSD)
  • RAM: 2 GB, 3 GB
  • Bateria: 5.000 mAh, suporte para carregamento de 10W
  • Câmeras: 13 MP (principal, wide) e 2 MP (profundidade); 5 MP (frontal)
  • Software: Android 10, Realme UI
  • Extras: Dois chips

Especificações - Realme C25

  • Tela: 6,5" IPS LCD, com resolução HD+ (720 x 1600 pixels, 60 Hz)
  • Processador: Helio G70 Octa-core (2,2 GHz)
  • Armazenamento: 64 GB ou 128 GB (eMMC 5.1, expansível via microSD)
  • RAM: 4 GB
  • Bateria: 6.000 mAh, suporte para carregamento rápido de 18W
  • Câmeras: 48 MP (principal, wide), 13 MP (ultra-wide), 2 MP (macro) e 2 MP (profundidade); 8 MP (frontal)
  • Software: Android 11, Realme UI
  • Extras: Dois chips, leitor biométrico