Procon multa Apple em R$ 10 milhões por iPhone sem carregador

1 min de leitura
Imagem de: Procon multa Apple em R$ 10 milhões por iPhone sem carregador
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple levou uma multa de R$ 10 milhões no Brasil. A punição foi imposta pelo Procon-SP, que recebeu diversas reclamações de consumidores envolvendo a empresa, desde casos de propaganda enganosa até a falta de um carregador na caixa do iPhone 12.

O órgão brasileiro tentou dialogar com a companhia no passado para resolver a ausência de carregadores na linha iPhone 12 e sugeriu que a companhia enviasse a fonte de alimentação para os consumidores que fizessem um pedido no site da marca. Diferente da Samsung, a Apple não seguiu a recomendação, o que abriu precedentes para a multa.

Caixa do iPhone 12.Caixa do iPhone 12.Fonte:  Apple 

O Procon-SP disse que a empresa também não comentou sobre mudanças de preço na linha iPhone 12 com a retirada do carregador ou os impactos na produção do item. Devido a isso, o órgão impôs a punição alegando que a empresa promoveu práticas que ferem o Código de Defesa do Consumidor.

Mais reclamações

A ausência de um carregador na caixa do iPhone 12 não foi o único motivo para a multa milionária. A Apple também foi alvo de reclamações sobre propaganda enganosa e atualizações problemáticas em outros smartphones.

Segundo relatos obtidos pelo Procon-SP, a resistência contra água do iPhone 11 Pro deixou alguns consumidores na mão. A empresa foi acusada de propaganda enganosa por divulgar o aparelho com certificação IP68.

iPhone 11 Pro Max.iPhone 11 Pro Max.Fonte:  Pocket Lint 

O órgão de defesa do consumidor também disse que clientes já reclamaram das atualizações de sistema da Apple, que costumam gerar problemas e reduzir o desempenho dos iPhones. A empresa já foi processada internacionalmente por causa desse motivo, mas acabou sendo inocentada no Brasil.

A Apple ainda não comentou sobre o assunto, mas a empresa pode recorrer à multa imposta pelo Procon-SP.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Procon multa Apple em R$ 10 milhões por iPhone sem carregador