Galaxy Note 20 Ultra: o que dizem as primeiras análises do celular

2 min de leitura
Imagem de: Galaxy Note 20 Ultra: o que dizem as primeiras análises do celular
Imagem: Samsung/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

As primeiras análises do Galaxy Note 20 Ultra começaram a ser publicadas nesta terça-feira (18) por veículos internacionais. Além de destacar o poder bruto do smartphone, o altíssimo valor inicial de US$ 1,3 mil é mencionado em todas elas.

Com a linha 'Ultra', a Samsung inaugura uma categoria acima até mesmo da 'Note', com fortes especificações. Lançada no início de agosto, a nova linha de smartphones deverá ser anunciada no Brasil em 2 de setembro. Nós separamos pontos importantes das primeiras análises e destacamos a seguir.

Design e tela

Samsung Galaxy Note 20 Ultra.Samsung Galaxy Note 20 Ultra.Fonte:  Samsung/Divulgação 

No The Guardian, o artigo de Samuel Gibbs cita que o design "é muito semelhante ao Note10+". Ainda assim, ele o descreve com "um design atraente e minimalista."

Ele diz que o Note 20 Ultra "é um telefone enorme e você precisa das duas mãos para usá-lo", porém é "mais fácil de segurar do que o Galaxy S20 Ultra". O vidro fosco na parte de trás ganhou elogios por esconder as impressões digitais e oferecer "uma pegada surpreendente".

Dieter Bohn, do The Verge, nota que a "S Pen fica do lado esquerdo, em vez do direito". No Android Authority, Eric Zeman comenta que a Samsung acertou ao reposicionar o botão de liga/desliga no lado direito. Ele critica o "módulo gigante" de câmeras, que pode ficar preso no bolso e "atrapalhar o carregamento sem fio em alguns acessórios".

O Note 20 Ultra possui tela de 6,9 polegadas com taxa de atualização variável até 120Hz. Brian Heater, do TechCrunch, diz que ela "é realmente excelente". No Engadget, Chris Velazco diz que "há uma boa chance de que esta seja a tela mais bonita da sua casa".

Câmeras

Samsung Galaxy Note 20 Ultra.Samsung Galaxy Note 20 Ultra.Fonte:  Samsung/Divulgação 

O Note 20 Ultra traz câmeras de 108 MP (principal), 12 MP (telefoto) e 12 MP (ângulo aberto). Como "extra", ele traz um sensor periscópio para zoom óptico até 5x e híbrido até 50x. Na frontal, a câmera possui 10 MP.

Heater disse que substituir um sensor ToF (Time of Flight) pelo sensor de foco a laser melhorou o foco automático "para as demandas de fotos do dia a dia".

No Android Central, o texto assinado por Daniel Bader e Joe Maring diz que "esta é uma das câmeras mais versáteis em um telefone Android hoje". Ele cita fotos saturadas e efeito de profundidade de campo natural, causada pelo sensor.

Desempenho excelente e preço 'Ultra'

Dieter diz que "o desempenho geral do Note 20 Ultra é excelente", pois os apps "parecem nunca fechar em segundo plano" e que "travamentos são inexistentes". Para ele, "a taxa de atualização na tela faz com que tudo pareça muito mais suave."

Na S Pen, "praticamente não há atraso entre o momento em que você começa a escrever e os traço que aparecem na tela", diz Velazco. A caneta tem latência de 9 ms, segundo a Samsung.

Por outro lado, sobre a bateria, Gibbs diz que a autonomia foi decepcionante em comparação com o S20 Ultra ou OnePlus 8 Pro. Na análise do Verge, o dispositivo atingiu cerca de seis horas de tela ligada. No Android Authority, foram sete horas.

Quanto ao preço, que convertido para o real ficaria em torno de R$ 7,1 mil (em conversão direta da versão inicial), os reviews destacam que eles também são 'Ultra'. Lá fora, o celular custa de US$ 1.300 (128 GB) a US$ 1.450 (US$ 512 GB).

Galaxy Note 20 Ultra: o que dizem as primeiras análises do celular