Tudo sobre o Galaxy Z Flip, o novo smartphone dobrável da Samsung

3 min de leitura
Imagem de: Tudo sobre o Galaxy Z Flip, o novo smartphone dobrável da Samsung
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Samsung apresentou nesta terça-feira (11) o Galaxy Z Flip, o seu mais novo modelo de smartphone dobrável. Trata-se da segunda incursão da fabricante sul-coreana no segmento, já que ela em 2019 ela lançou no mercado o Galaxy Fold. O anúncio foi realizado durante o evento Galaxy Unpacked, conferência em que conhecemos também a nova família de celulares top de linha da marca, os Galaxy S20.

Desta vez, entretanto, o dispositivo tem um formato diferente — mais próximo do que a Motorola apresentou com o seu Moto Razr. Em vez de virar um tablet quando aberto em seu tamanho total, o dispositivo tem forma de flip ou concha. Quando fechado, é um dispositivo quadrado compacto; aberto, traz um display alongado, mas mantém dimensões de um smartphone atual. A empresa aposta bastante na ideia de que o dispositivo é um item não apenas de luxo, mas fashion.

Abre e fecha

A tela AMOLED flexível de 6,7" é, ao mesmo tempo, o aspecto mais polêmico e chamativo do aparelho. Afinal, a empresa passou anos desenvolvendo a tecnologia e teve problemas com o lançamento do Galaxy Fold, a ponto de adiar as vendas durante meses. Agora, ela traz ao mercado o primeiro painel flexível de vidro do setor, o que deve significar imagens mais nítidas e um dispositivo mais durável — preocupação que também permeia o modelo da Motorola.

Entretanto, a desconfiança do público permanece, com "rugas" e marcas visíveis no display quando o dispositivo está totalmente aberto. A companhia garante que essa dobra faz parte das características naturais do painel e não prejudica a usabilidade. É possível dobrá-lo mais de 200 mil vezes sem qualquer dano ao dispositivo.

A dobradiça previne que partículas de poeira e sujeira entre no aparelho, com um espaço mínimo entre ela e o aparelho protegido por uma fibra especial.

Fonte da imagem: Divulgação/Samsung

Outro recurso do aparelho recebeu muita atenção: a possibilidade de você utilizá-lo em 90º, com a metade de baixo posiconada em uma superfície, como uma mesa. Desse modo, é possível fazer videoconferências de forma ainda mais dinâmica, gravar vlogs, tirar selfies sem usar as mãos, escrever mensagens ou navegar por sites e redes sociais tendo botões otimizados. Essa divisão entre as metades do aparelho é um modo chamado de Flex Mode, que "separa" a interface de usuário, privilegiando a exibição de fotos e vídeos na parte superior. Aliás, donos do modelo receberão uma assinatura do YouTube Premium como brinde.

Já o display externo do Galaxy Z Flip é colorido e exibe informações variadas. Normalmente, é possível conferir ali o horário, a data e a porcentagem de bateria do aparelho. Porém, a tela é sensível ao toque e exibe detalhes de quem está chamando quando você recebe uma ligação, trazendo ainda os atalhos para atender ou recusar o pedido. Além disso, ele pode ser usado como visor para fotos que não exigem que o dispositivo esteja aberto.

Fonte da imagem: Divulgação/Samsung

Além disso, a transição entre o aparelho fechado e aberto é bem fluida: ao receber a notificação com ele dobrado, basta tocar no painel para o app ser automaticamente iniciado enquanto você abre o dispositivo.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 10
  • Tela: 6.7" FHD+ Dynamic AMOLED (proporção 21.9:9)
  • Resolução de tela: 2636x1080 pixels
  • Processador: octa-core 7 nm de 2,98 GHz
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento interno: 256 GB
  • Câmera frontal: 10 MP (f2.4)
  • Câmera traseira: 12 MP (ultrawide) e 12 MP (wide-angle) com estabilizador óptico de imagem e zoom digital de 8x
  • Bateria: 3.300 mAh
  • Dimensões: 73.6 x 87.4 x 17.3mm (fechado) e 73.6 x 167.3 x 7.2 mm (aberto)

Outro aspecto que chama a atenção é a bateria, que é dividida em dois módulos para ocupar menos espaço. Ao todo, a capacidade é de 3.300 mAh — que, segundo a fabricante, é capaz de fazer o aparelho durar o dia todo em funcionamento.

As câmeras dos smartphones dobráveis ainda não são os destaques desses dispositivos, mas a fabricante trouxe um sensor frontal de 10 MP — com um discreto furo no centro da tela — para selfies e chamadas. Na parte traseira, há um sensor duplo com flash em LED.

Disponibilidade

O Galaxy Z Flip será inicialmente vendido em três cores: preta (Mirror Black), roxa (Mirror Purple) e dourada (Mirror Gold), esta última apenas em mercados selecionados. Uma edição especial do designer de moda Thom Browne também foi confirmada. As vendas começam no dia 14 de fevereiro e ele custará nos Estados Unidos US$ 1.380 — cerca de R$ 5.985 em conversão direta de moeda.

Para os fãs brasileiros interessados em receber mais informações sobre a chegada do produto ao mercado nacional, a empresa já disponibilizou um link para pré-registro em seu site, válido até 4 de março. Entre os dias 4 e 10 de março, haverá uma exibição prévia do Galaxy Z Flip em algumas lojas selecionadas, enquanto o início das vendas no País será em 11 de março, com preço sugerido de R$ 8.999,00, em versões ultravioleta e preto.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Tudo sobre o Galaxy Z Flip, o novo smartphone dobrável da Samsung