Xiaomi Mi 10 e BlackShark 3: anúncio deve ser online devido ao coronavírus

1 min de leitura
Imagem de:  Xiaomi Mi 10 e BlackShark 3: anúncio deve ser online devido ao coronavírus
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Dois smartphones bastante aguardados e que devem ser revelados neste mês na China podem ter os planos alterados por causa do novo coronavírus. Os modelos são o Xiaomi Mi 10 e o celular gamer BlackShark 3, que pertence a uma subsidiária da própria Xiaomi.

Segundo o site GizChina, postagens de especialistas em vazamentos na rede social chinesa Weibo indicam que as conferências de anúncio dos aparelhos não serão feitas da forma tradicional, em um galpão e com a presença de jornalistas e executivos. No lugar, a revelação deve acontecer online, por meio de uma transmissão via streaming nas redes sociais.

O CEO e cofundador da BlackShark, Luo Yuzhou, chegou a pedir sugestões para faz uma "conferência de imprensa online de alta qualidade", já que juntar pessoas "em decorrência da situação severa de epidemia" não seria possível. Já fontes ligadas à indústria sugerem que o mesmo deve acontecer com o top de linha da Xiaomi, também previsto para ser anunciado em fevereiro — possivelmente perto da revelação do Galaxy S20, que é no dia 11 deste mês.

Mudanças no mercado

Por causa da alta incidência de casos do novo coronavírus na China, escritórios e fábricas de empresas de tecnologia como a Google foram fechados e o estoque de alguns aparelhos pode ser afetado. Ao todo, mais de 360 pessoas já morreram no país por causa da doença.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Xiaomi Mi 10 e BlackShark 3: anúncio deve ser online devido ao coronavírus