Sem Play Store: Huawei Mate 30 não terá apps nem serviços da Google

1 min de leitura
Imagem de: Sem Play Store: Huawei Mate 30 não terá apps nem serviços da Google
Avatar do autor

A Huawei anunciou nesta quinta-feira (19) os novos smartphones Mate 30 e Mate 30 Pro. E, como esperado, os dispositivos são mesmo top de linha e cheios de novidades em termos de 5G, câmeras com lentes da Leica e inteligência artificial. Só que o público estava mais curioso mesmo em saber as alternativas da fabricante para burlar as proibições do uso do Android nos aparelhos.

A solução encontrada pela Huawei foi utilizar uma versão de código aberto do Android, o que significa que ela utiliza o próprio Android 10, porém em uma versão "livre", independente da Google. Por cima, está a skin EMUI 10, que tem recursos como navegação por gestos baseada nas novidades oficiais da versão.

Além disso, os smartphones não trazem instalados os aplicativos oficiais da empresa, como a Play Store, Gmail, Google Maps e YouTube, entre outros. No lugar, o núcleo de serviços de localização, comunicação e produtividade será o Huawei Mobile Services (HMS), uma série de softwares da própria empresa. Até agora, já são 45 mil apps nessa "loja alternativa", que recebeu um investimento de US$ 1 bilhão por parte da Huawei para servir de plano B.

Novos aparrelhos da Huawei não trazem apps da Google de fábrica, mas você pode instalar todos eles depois (fonte:Divulgação)

A fabricante foi discreta ao não discutir muito o assunto e apenas avisou que será "bem fácil" ganhar acesso aos serviços, embora não tenha explicado como. Na China, apps locais já são mais populares, mas mercados como o da Europa serão mais exigentes quanto à ausência de serviços da Google. É possível que um instalador externo seja disponibilizado para garantir acesso aos apps da empresa, mas a Huawei não entrou em detalhes.

Relembre

A guerra comercial entre a Huawei e os EUA por acusações de espionagem por parte do governo norte-americano resultou na proibição de comércio entre a empresa chinesa e qualquer fornecedora de componentes ou serviços deste lado do globo. Isso inclui fornecedora de chips e, claro, o próprio Android. Ela até desenvolveu um sistema operacional próprio, o Harmony OS, e deve utilizá-lo no futuro, em caso do prosseguimento dessas proibições.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Sem Play Store: Huawei Mate 30 não terá apps nem serviços da Google