Microsoft revela como era o Nokia McLaren, o Windows Phone que nunca saiu

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft revela como era o Nokia McLaren, o Windows Phone que nunca saiu
Avatar do autor

Você se lembra dos rumores sobre um dispositivo chamado Nokia McLaren, um aparelho com Windows Phone que sairia já no ciclo descendente do sistema operacional, em 2014, e seria o melhor e mais potente aparelho da família? Infelizmente, ele nunca chegou a ver a luz do dia por causa do abandono da plataforma pela empresa, e tudo que restava aos fãs envolvia rumores e vazamentos. Entretanto, a própria Microsoft resolveu falar pela primeira vez sobre o lançamento que nunca aconteceu.

Em um vídeo publicado pelo Windows Dev Docs, a vice-presidente da empresa, Laura Buttler, confirma a existência do Nokia McLaren, um codinome que provavelmente não seria o nome comercial do aparelho.

Confira:

Basicamente, o smartphone teria três grandes funções. A primeira já é conhecida do público, o Hover Touch, que nada mais é do que o 3D Touch que apareceu primeiro nos iPhones. Com esse recurso, seriam realizadas ações diferentes em um aparelho de acordo com a pressão do toque na tela. Com o uso de sensores especiais, o display "saberia" de qual direção o dedo estaria vindo e se ajustaria a isso, melhorando o teclado e a navegação no geral.

Além disso, a interface Metro seria personalizada para ser a mais limpa possível e evitar que o usuário se distraísse muito enquanto estivesse caminhando e olhando o aparelho, por exemplo. A câmera seria "ainda melhor do que a do Nokia 1020", um dispositivo já bastante elogiado pela fotografia.

Por fim, haveria suporte a teclados externos via Bluetooth e "modo paisagem", com a interface toda modificada para o uso na horizontal, o que o transformaria "em um minitablet fenomenal".

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Microsoft revela como era o Nokia McLaren, o Windows Phone que nunca saiu