Durante muito tempo, o Nokia “McLaren” foi considerado a grande esperança para popularizar o sistema operacional Windows Phone — isso até a Microsoft decidir cancelá-lo. Felizmente, antes que isso acontecesse, algumas unidades de teste foram produzidas, sendo que uma delas chegou às mãos do site Windows Central.

Segundo o veículo, o protótipo fabricado parece uma mistura entre o Lumia 925 e o Lumia 1020, com direito a uma câmera com tamanho considerável em sua parte traseira. No entanto, o aspecto que mais se destaca é o sistema 3D Touch do smartphone, que é combinado com alguns recursos semelhantes ao que é oferecido pelo Kinect.

Especificações técnicas

  • Sistema Operacional: Windows Phone 8.1 Update 1
  • Acabamento: Metálico com fundo em plástico
  • Chipset: Snapdragon 800 (MSM8974)
  • Processador: quad-core de 2,3 GHz
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB (expansível em até 128 GB)
  • Display: LCD de 5,5 polegadas
  • Resolução: 1920x1080 pixels
  • Bateria: tamanho desconhecido, não removível
  • Câmera traseira: 20 MP Pure View com lente Zeiss, flash duplo em LED e estabilização ótica
  • Câmera frontal: 2 MP com foco fixo
  • SIM: tecnologia nano SIM
  • Carregamento: micro USB
  • Sensor: iluminação, sensor G, E-Compass, proximidade, giroscópio e GPS/AGPS

O dispositivo permite a navegação por aplicativos sem a necessidade de tocar na tela, atender ligações telefônicas ao aproximar o celular da orelha ou acionar o modo viva voz ao deixá-lo sobre uma mesa. O Windows Central afirma que, embora interessantes, os recursos oferecidos apresentam alguns bugs e funcionam de maneira um tanto desajeitada.

Ao que tudo indica, foram esses problemas que fizeram a Microsoft deixar o smartphone de lado após os testes que realizou junto a alguns usuários e desenvolvedores. Embora o McLaren nunca vá chegar oficialmente às lojas, resta a esperança de que a fabricante tenha aprendido com seus erros e decida trazer recursos 3D Touch aprimorados a algum aparelho Windows 10 Mobile no futuro.

Cupons de desconto TecMundo: