Samsung celebra histórico da linha Galaxy Note, mas se “esquece” do Note 7

2 min de leitura
Imagem de: Samsung celebra histórico da linha Galaxy Note, mas se “esquece” do Note 7
Avatar do autor

A Samsung passou mais de um ano se desculpando pelo fiasco que foi o Galaxy Note 7, aquele smartphone que entrava em autocombustão por razão alguma. Não dá para negar que esse celular foi um verdadeiro fiasco, mas a Samsung se comportou de forma admirável quando percebeu que o dispositivo era um perigo em potencial. Todos as unidades do celular vendidas no mundo foram ativamente recolhidas e seus donos foram recompensados. Mas agora que o trauma já ficou no passado, a Samsung parece estar disposta a se esquecer do Note 7.

Em um infográfico publicado no seu site dedicado a publicações de conteúdo para a imprensa, a Samsung apresentou um infográfico que conta a história da linha Note desde o primeiro até o último modelo lançado pela marca neste mês. Só que, curiosamente, não há qualquer menção ao famoso Note 7. Eu realmente não acho que a empresa deve ficar lembrando do fatídico aparelho em qualquer situação, mas, quando se faz um infográfico dedicado a história de alguma coisa, a gente espera ver tudo o que veio de bom e o de ruim também, não?

note 7

Ninguém pode culpar a Samsung por tentar esquecer esse dispositivo

Ninguém pode culpar a Samsung por tentar esquecer esse dispositivo, mas o fato de a empresa sequer citar o celular em seu infográfico pode ser encarado como falta de honestidade com os fãs e com a própria empresa. Ninguém quer que a Samsung fique para sempre se martirizando sobre os erros do passado, mas, para que novos erros não sejam cometidos pela coreana — e principalmente por suas concorrentes que têm acelerado o passo de inovação —, apagar o Note 7 da história não é exatamente algo saudável a se fazer.

Quem não acompanhou ou não conhece a trajetória da linha Note pode inclusive ficar confuso com esse infográfico. Pulamos do Note 5 — que foi um excelente smartphone — direto para o Note 8 sem qualquer tipo de explicação. O fato é que nunca existiu um Note 6 porque a Samsung resolveu pular esse número para sincronizar a nomenclatura da família Note com a família S, a qual estava um ano adiantada. E, no ano de 2016, data que nem aparece no gráfico, tivemos o Note 7, que acabou sendo recolhido poucos meses após ser lançado.

Com isso em mente, vale a pena conferir a pequena linha do tempo que a Samsung montou e reconhecer a importância da marca na transformação da indústria de smartphones. A Apple pode ter iniciado toda a corrida desse segmento com o iPhone original, mas foi o primeiro Galaxy Note da coreana que transformou nossos celulares no que eles são hoje.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung celebra histórico da linha Galaxy Note, mas se “esquece” do Note 7