Dois funcionários de uma loja da Apple em Hong Kong acabam de se tornar as mais recentes vítimas de uma bateria com defeito em um aparelho da Maçã, seguindo outro caso ocorrido semanas atrás, em uma Apple Store da Suíça. Segundo o jornal South China Morning Post, o caso teve início após a bateria de um aparelho em reparo pelos empregados entrar em combustão, liberando fumaça tóxica.

A boa notícia é que o ocorrido rapidamente foi resolvido, sem que consumidores fossem afetados e com a loja voltando a operar pouco depois. Ambos os funcionários acabaram por inalar acidentalmente a fumaça, contudo, e tiveram que ser hospitalizados após passarem mal.

“Os dois membros do quadro de funcionários estavam reparando a bateria do celular na hora em que ele emitiu fumaça. Ambos se sentiram mal após inalar a fumaça”, declarou um porta-voz da polícia ao jornal.

Embora todo o caso tenha sido considerado um incidente pequeno, a empresa ainda está investigando o caso – principalmente para descobrir se o aparelho que apresentou problemas é parte do programa de troca de baterias que a Apple recentemente ofereceu após a polêmica envolvendo os iPhones mais velhos com redução de desempenho.

Cupons de desconto TecMundo: