Moto G5S Plus é o smartphone intermediário avançado mais recente da Motorola e chegou para encarar uma grande variedade de competidores na faixa entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. Um dos principais rivais do celular é o Galaxy J5 Pro da Samsung, que chega com um pouco de vantagem no preço e em mais alguns fatores, mas também perde em outros pontos.

Agora que já fizemos análises completas dos dois dispositivos – para conferir, clique respectivamente aqui ou aqui –, podemos partir para uma comparação direta entre tudo o que ambos têm a oferecer. Se você está querendo saber qual deles está valendo mais a pena, então continue lendo.

Versão do Sistema OperacionalAndroid 7.1 NougatAndroid 7.1 Nougat
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de coresSuper AMOLED, com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5.5 polegadas5,2 polegadas
Resolução de Tela1920 x 1080 pixels720 x 1280 pixels
ChipsetQualcomm Snapdragon 625Exynos 7870 Octa
Memória RAM4 GB de RAM3 GB de RAM
Armazenamento Interno32 / 64 GB32 GB
Cartão de MemóriamicroSD, expansível até 256 GBmicroSD, expansível até 256 GB
Câmera TraseiraDual de 13 MP, abertura f/2.0, autofoco, com resolução máxima de 4208 x 3120 pixels13 MP, abertura f/1.7, sensor de 1/2.6', pixels de 1 µm
Capacidade de Bateria3000 mAh3000 mAh

Design: vantagem pequena do J5 Pro

Começando pelo design, os dois aparelhos seguem a tendência do corpo em metal e dos acabamentos premium. O Moto G5S Plus tem a mesma linha visual da família Moto Z, com bastante qualidade e um estilo bem moderno, mas com um calombo grande na traseira que pode incomodar bastante gente. A pegada dele é boa, mas pode ser difícil usar o G5S Plus com uma mão só se você tiver mãos pequenas.

A história é bem parecida com o J5 Pro, que também tem corpo em metal, estilo premium e visual mais moderno que o dos modelos anteriores da Samsung. O tamanho um pouco menor facilita a utilização com uma mão só, o que pode ser uma vantagem para algumas pessoas – e ele também não tem calombo na câmera. Pela construção e pelos acabamentos, os dois parecem ser resistentes, mas vão acabar acumulando pequenos riscos com o passar do tempo.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

Em geral, dá para falar que no design o J5 Pro sai com apenas um pouquinho de vantagem. No entanto, a diferença é tão pequena que certamente o seu gosto pessoal e os próximos fatores vão importar mais do que isso.

Tela: dianteira do G5S Plus

Na tela, o G5S Plus tem várias vantagens, mas uma desvantagem. O Motorola vem com um display de 5,5 polegadas e resolução Full HD, enquanto o Samsung tem 5,2 polegadas e fica limitado ao HD. Ou seja, o G5S Plus não só um painel maior, mas também uma densidade de pixels bastante superior, o que permite que ele mostre imagens mais detalhadas e forneça uma experiência de vídeo mais agradável no geral.

O único ponto das telas em que o J5 Pro ganha é na tecnologia das telas. Enquanto o Moto vem com um IPS LCD, o Galaxy traz um Super AMOLED. Com isso, o Samsung consegue ganhar no contraste, na intensidade dos pretos e no destaque das cores. Mesmo assim, a Motorola fez um bom trabalho para equilibrar as tonalidades no display do G5S Plus, então as outras vantagens dele acabam superando esse ponto negativo.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

Desempenho: Moto mais preparado para o futuro

Indo agora para o desempenho, o Moto G5S Plus vem com especificações claramente superiores, mas que na prática acabam não se traduzindo em uma grande diferença no desempenho, pelo menos por enquanto. O Motorola vem com um processador Snapdragon 625, que é um octa-core de 2 GHz, e tem 3 GB de RAM. Já o J5 Pro tem 2 GB de RAM e um chip Exynos 7870, que também é um octa-core, mas com um clock reduzido de 1,6 GHz. No armazenamento, os dois têm 32 GB expansíveis com uso de cartões micro SD.

Hoje, ambos os aparelhos apresentam desempenhos bem parecidos na maior parte do tempo, tanto durante o uso de apps mais comuns quanto na hora das jogatinas. O Galaxy demora um pouco mais nos carregamentos de títulos mais pesados, mas isso não chega a incomodar, e na hora dos jogos mesmo ele não apresenta problemas. A verdadeira vantagem das especificações mais fortes do G5S Plus é na questão da longevidade, já que o poder de fogo extra deve fazer ele demorar mais para começar a ter dificuldade com apps que forem sendo lançados com o tempo.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

Interface: tecnicamente empatadas

A Motorola continua apostando na sua interface bem próxima da versão pura do Android Nougat, pelo menos no que diz respeito ao funcionamento e ao visual. A experiência de uso não tem segredos para quem está acostumado com a plataforma, mas as funções práticas da empresa podem ser ativadas para trazer algumas facilidades. Uma delas é desativar os botões de navegação para controlar o aparelho por gestos no sensor de digitais, por exemplo. Além disso, o Moto vem com rádio FM e TV digital, mas essa última não funciona muito bem o tempo todo.

O J5 Pro, por sua vez, vem com a versão mais atual da TouchWiz para o Android Nougat, que é a mesma interface Samsung Experience que apareceu no Galaxy S8. Ela é mais próxima do estilo do sistema puro da Google do que a versões antigas do sistema da Samsung, mas ainda mantém o estilo visual e as funções que agradam os fãs da marca. Tem menos apps instalados de fábrica, dá para modificar a ordem dos botões de navegação e a experiência é ágil.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

Considerando tudo isso, as duas interfaces têm as suas características próprias, mas nenhum dos dois têm vantagens grandes sobre o outro aqui.

Câmeras: troca de porradas

Nas câmeras, a disputa é bem acirrada. O Moto G5S Plus vem com um sistema duplo com sensores de 13 MP e abertura de f/2.0. Um dos sensores é colorido e o outro é preto e branco, o que ajuda a melhorar a qualidade das fotos com ou sem cores e traz também alguns efeitos extras. Já o J5 Pro vem com um sensor simples de 13 MP com abertura de f/1.7. No entanto, o sistema mais simples não quer dizer que o Galaxy faz fotos piores.

Nas capturas em lugares bem iluminados, os dois fazem ótimo trabalho no nível de detalhes, tirando imagens muito boas. Nessa situação, o G5S Plus captura cores um pouco mais vivas e tem mais precisão do HDR, que equilibra melhor áreas com iluminação diferente.

Fotos tiradas com o Moto G5S Plus:

Ainda assim, o jogo vira nas fotos escuras, e aí o Samsung faz fotos com bem menos ruído. O Motorola até consegue resultados mais parecidos com os do rival se você usar o recurso para pouca luz, mas aí os cliques do G5S Plus ficam ainda mais lentos do que já são em ambientes mal iluminados, coisa que não afeta o J5 Pro.

O Motorola tem como diferencial as funções de desfoque do fundo, preto e branco seletivo e substituição de background, mas por enquanto elas só dão certo se você insistir bastante até ter um resultado legal. Enquanto o G5S Plus não receber atualizações que melhorem a velocidade das capturas e esses recursos extras, isso acaba pesando contra o aparelho.

Fotos tiradas com o Galaxy J5 Pro:

Nas câmeras frontais, o Moto vem com um sensor de 8 MP e abertura de f/2.0, enquanto o Galaxy vem com 13 MP e abertura de f/1.9 – e não é só nas especificações que o Samsung sai na frente. Os dois fazem boas selfies sob luz forte, mas é preciso tomar cuidado para não deixar o efeito de lens flare estragar as fotos no G5S Plus. De noite, o aparelho da Motorola faz imagens praticamente inutilizáveis e só melhora um pouco com a ajuda do flash. Já o Galaxy consegue quebrar um galho no escuro e o flash também tem um resultado melhor que o do rival.

Bateria: Samsung na frente

Mesmo com baterias com exatamente o mesmo tamanho, a duração de cada um dos celulares longe da tomada foi afetada pelo tamanho e tecnologia das telas, entre outras coisas. No nosso teste de stress, com reprodução contínua de um vídeo no YouTube por uma hora com o brilho da tela no máximo, o Moto G5S Plus consumiu energia o suficiente para aguentar pouco mais de 9 horas antes de ficar sem força. Nas mesmas condições, o Galaxy J5 Pro teve um resultado bem melhor, logo acima de 11 horas.

No cotidiano, essa diferença significa que os dois aparelhos permitem que você fique um dia inteiro sem precisar de uma tomada, mas o celular da Samsung faz isso com mais folga. Dessa forma, usuários intensivos vão ter que se preocupar um pouco menos com energia se escolherem o J5 Pro. O único ponto em que a bateria do Motorola se sai melhor é no tempo de recarga, que é de 1 hora e 45 minutos nele e 2 horas e 10 no rival.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

Preço: J5 Pro mais barato

O preço oficial que a Motorola determinou para o Moto G5S Plus aqui no Brasil é de R$ 1,5 mil, o que sai R$ 200 mais caro que o valor que a Samsung determinou para o Galaxy J5 Pro, que é R$ 1,3 mil. Olhando para os aparelhos agora, os pontos que citei aqui fazem o preço menor favorecer a escolha do celular da empresa coreana, especialmente se você não quiser apostar que o hardware mais forte e as possíveis atualizações do software de câmera vão tornar o G5S Plus um aparelho mais interessante no futuro.

Mesmo assim, tem mais uma boa opção para quem está em dúvida entre esses dois smartphones. Pagando R$ 100 a menos do que o preço oficial do J5 Pro, você pode levar pra casa o Moto G5 Plus, que tem um hardware um pouco mais parecido com o do Samsung, mas que ainda traz várias vantagens do seu irmão mais novo da Motorola.

Moto G5S Plus vs Galaxy J5 Pro

-----

Mas e aí o que achou do Moto G5S Plus e do Galaxy J5 Pro? Mande sua opinião nos comentários abaixo. Se ficou interessando em algum dos aparelhos que citei no texto, confira os links a seguir para encontrá-los com preços interessantes.

Opções de compra

Cupons de desconto TecMundo: