Google finalmente tomou uma atitude em relação a alguns dos problemas enfrentados pelos primeiros consumidores que adquiriram o smartphone Pixel 2 XL — mas a resposta talvez não seja a que os donos esperavam. Em um comunicado oficial, o vice-presidente de produto da divisão Google Hardware, Mario Queiroz, detalhou as novidades.

A mensagem diz respeito a duas falhas encontradas na tela do dispositivo: um que faz o display não parecer tão "vibrante" e outro a respeito do efeito conhecido como burn-in, também chamado de "efeito fantasma". Para corrigir a falta de brilho, uma atualização vai adicionar uma opção que aumenta a saturação de todo o conteúdo exibido, sem contar uma configuração já existente no dispositivo que já faz essa ampliação em 10%. A empresa ressaltou que a tela está funcionando do jeito que ela gostaria, e que os inconvenientes são todos de software.

Por outro lado, o burn-in foi tido como algo que não deve afetar o consumidor comum e que "está alinhado com outros smartphones premium". Outras atualizações serão enviadas aos aparelhos para realizar otimizações futuras — inclusive para solucionar os problemas de áudio recentemente descobertos na segunda geração do Pixel.

Ao menos a garantia dos dois modelos — Pixel 2 e 2 XL — foi ampliada mundialmente para dois anos. Isso vale tanto para os já adquiridos quanto para quem ainda está pensando em comprar o seu. Lembrando que os modelos da Google não são vendidos no Brasil, mas podem ser importados normalmente.

Cupons de desconto TecMundo: