Huawei anunciou hoje (16) seus novos smartphones top de linha, os Mate 10 e 10 Pro. Os celulares já vinham sendo vazados e especulados na dimensão dos rumores há meses, mas só agora estão de fato no mercado. Além de várias novidades interessantes, é curioso notar que a fabricante chinesa seguiu a mesma estratégia da Google com o lançamento dos novos Pixels. O Mate 10 comum é menor e conta com uma tela no formato padrão 16:9, enquanto o Mate 10 Pro é maior e vem com um display de aspecto mais moderno, de 18:9/2:1.

Além dessas características e da presença do Android Oreo, os novos celulares da Huawei são completamente distintos dos que a criadora do Robô lançou no começo do mês. Para começar, eles contam com o novíssimo chipset Kirin 970, fabricado pela própria Huawei. Além dos oito núcleos tradicionais e da GPU, o chip tem ainda um núcleo dedicado ao processamento de aplicações de inteligência artificial. Esse elemento é conhecido como NPU (Neural Processing Unit). Fora a fabricante chinesa, a Apple também embutiu algo similar em seus novos dispositivos.

A fabricante também terá uma versão Lite e outra Porsche desses aparelhos.

Vale ressaltar que os dois smartphones principais carregam essencialmente o mesmo design, mas algumas características bem marcantes são diferentes.

O Mate 10 Pro conta com um display mais comprido, é mais fino e não tem um botão Home na parte da frente. O Mate 10 comum tem um sensor de digitais embutido nesse botão Home, e o Pro tem um sensor circular na parte de trás, logo abaixo da câmera. Fora isso, o modelo menor tem um plugue de 3,5 mm para fones de ouvido, enquanto o maior não o possui. Só isso já é o suficiente para confundir pessoas menos desavisadas.

mate 10

Fora isso, ambos possuem o mesmo acabamento em vidro e na parte da frente e de trás, com bordas arredondadas para facilitar a pegada. Contudo, nenhum deles tem carregamento sem fio. O sistema duplo de câmeras na parte de trás fica dentro de uma faixa destacada na parte de cima, e o design geral do smartphone é muito agradável.

Hardware

No que toca ao hardware, os novos dispositivos da Huawei possuem uma boa configuração interna para rodar qualquer app do Android sem problemas de desempenho.

É possível também conectar o smartphone diretamente a um monitor através de um cabo USB-C/HDMI e usá-lo como um computador desktop com uma boa experiência. Estamos falando de uma função essencialmente igual à oferecida pelo Samsung Dex oferece, mas sem a necessidade de um dock. Na solução da Huawei, você só precisa conectar o cabo USB-C direto ao monitor. Mouse e teclado devem, portanto, ser conectados diretamente ao telefone via Bluetooth.

Confira as especificações:

  • Processador: Kirin 970 com NPU
  • CPU: Octa-core (4x 2,4 GHz Cortex-A73 + 4x 1,8 GHz Cortex-A53)
  • GPU: Mali-G72 MP12
  • RAM: 4 GB (Mate 10) ou 6 GB (Mate 10 Pro)
  • Armazenamento: 64 GB (Mate 10) ou 128 GB (Mate 10 Pro)
  • Tela: 5,9’’ (1440x2560 e 499 ppi) ou 6,0 (1080x2160 e 402 ppi) AMOLED
  • Câmeras traseiras: sistema duplo (20 MP +12 MP), f/1.6, OIS, 2x zoom óptico, lentes Leica, foco híbrido, flash duplo, vídeo em 2160p@30fps ou 1080p@30/60fps
  • Câmera frontal: 8 MP, f/2.0
  • Conectividade: WiFi 802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth 4.2, GPS/A-GPS, NFC, infravermelho, USB-C 1.0.
  • Bateria: 4.000
  • Dimensões e peso: 150,5 x 77,8 x 8,2 mm e 186 g (Mate 10) ou 154,2 x 74,5 x 7,9 mm e 178 g (Mate 10 Pro)

Câmeras

O sistema de câmeras do Mate 10 e do Mate 10 Pro conta com dois sensores: um de 12 MP colorido e estabilização óptica e outro monocromático de 20 MP com estabilização por software. O primeiro sensor é o principal, e o segundo é utilizado para capturar detalhes e deixar as fotos mais vívidas.

O celular ainda tem um sistema de foco super-rápido, que utiliza quatro tecnologias ao mesmo tempo: foco a laser, PDAF, detecção de profundidade e de contraste. Assim como o LG V30, os novos Mate 10 e Mate 10 Pro contam com abertura de f/1.6, a maior do mercado de smartphones no momento. Em teoria, isso permite uma maior sensibilidade à luz e, consequentemente, mais qualidade para fotos noturnas.

mate 10 pro

O processador de inteligência artificial do chip Kirin 970 ainda deve ajudar as câmeras a fotografarem melhor ao identificar objetos específicos, como flores, comida, pessoas e outros elementos. Dessa forma, o software pode ser ajustado automaticamente para se encaixar melhor àquela cena sem a necessidade de o usuário mexer em configurações.

Preços e disponibilidade

Na época do Lançamento do Mate 9, a Huawei revelou ao TecMundo que tinha planos para expandir sua área de atuação para o mercado brasileiro, mas a empresa não tinha um prazo específico para quando isso poderia acontecer. Portanto, não podemos dizer se esses celulares chegam ou não por aqui. Ainda assim, eles já estão garantidos na China e na Europa.

O Mate 10 comum, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, chega ao mercado no fim de outubro por 699€, o equivalente a R$ 2,6 mil na cotação atual. O modelo Pro, por sua vez, sairá por 799€, o que representa aproximadamente R$ 3 mil. Contudo, o Mate 10 Pro tem 128 GB armazenamento e 6 GB de RAM. Ou seja, quando ele estiver no mercado, em meados de novembro, será uma escolha muito mais atraente.

Cupons de desconto TecMundo: