Imagine uma técnica que permite a você aprender a falar fluentemente francês em cinco meses, russo em dez e outros idiomas tão diferentes da sua língua nativa em relativamente pouco tempo? Esses são resultados confirmados por Gabriel Wyner, cantor de ópera que, cansado de buscar por um sistema de ensino, criou o seu próprio, o Fluent Forever. O app desse programa conquistou o título de mais bem-sucedido da plataforma de financiamento coletivo Kickstarter.

App arrecadou 155% em menos da metade do tempo até o final da campanha

Isso porque entre entre todos os projetos até hoje cadastrados na plataforma ele foi o primeiro a chegar a 155% de arrecadação com mais 16 dias até o término da campanha. Do valor inicial de US$ 250 mil os 2.577 apoiadores depositaram US$ 387.510 até a tarde desta terça-feira (03).

Fluent ForeverLivro que deu origem ao sistema de ensino e ao app

"Ver este tipo de apoio tem sido uma intensa combinação de emoção e pânico. Quero que isso suporte todos os idiomas que meus leitores estão aprendendo e para fazer isso preciso levantar mais. As estimativas de desenvolvimento, sozinhas, somam cerca de US$ 600 mil, então sinto uma grande responsabilidade para fazer o que for possível", disse, Gabriel, entusiasmado, em entrevista ao The Next Web.

Como funciona?

Como Gabriel precisava aprender outras línguas para cantar nas óperas, ele testou as mais variadas técnicas e ferramentas de aprendizado ao longo de 10 anos. Depois disso tudo, conseguiu desenvolver um método baseado na fluência da pronúncia, o que ele acredita ser mais importante para que todos retenham o que foi absorvido nas aulas.

O resultado foi o livro Fluent Forever, lançado em 2014, que conquistou muitos fãs justamente pela abordagem, diferente de sistemas de produtos famosos, a exemplo de Duolingo, Babbel ou Rosetta. O treino começa pelo som, que se mostrou mais fácil de lembrar do que a gramática, pelo menos na maioria dos casos. “É difícil se lembrar de de palavras e nomes estrangeiros mas quando eles não soam como estrangeiros eles ‘grudam’”, explica, em seu vídeo do YouTube. Veja:

Sem conversão

Outra grande distinção em relação aos outros programas de ensino é que o Fluent Forever não usa efetivamente as traduções das palavras durante o processo. Isso quer dizer que se você estiver aprendendo espanhol, então verá apenas as imagens e sons para aprender a designar o que vê.

O foco é nas imagens e sons e não na conversão do texto para a língua nativa

O app automatiza um processo para que você possa criar sua própria ordem de cartões de aprendizado. “O processo de buscar pela informação e decidir como armazenar isso — que texto ou imagem quer incluir — torna isso em uma das mais poderosas experiências de aprendizado que você pode criar”, destaca Gabriel.

Fluent ForeverExemplo de flashcard do app Fluent Forever

Depois dessa personalização, o utilitário tem o suporte dos algoritmos chamados de Spaced Repetition Systems (SRSs), responsáveis por recuperar informações durante a memorização a longo prazo. De acordo com o criador, foi assim que ele aprendeu inglês, espanhol, italiano, francês, alemão, russo, húngaro e japonês. Para conferir a página do Kickstarter, clique aqui.

Cupons de desconto TecMundo: