Neste domingo (1), o colunista Lauro Jardim, de O Globo, publicou que a versão mais barata do iPhone 8 custará R$ 6,5 mil por aqui. A informação pegou todo mundo de surpresa mesmo em se tratando da Apple, famosa por não etiquetar os seus produtos com preços exatamente acessíveis, especialmente no Brasil.

De acordo com Jardim, o “iPhone 8 Plus chega ao Brasil entre a última semana de novembro e a primeira de dezembro” e o preço em questão se refere ao modelo mais simples, de 64 GB. Após o alvoroço inicial, algumas ponderações sugerem que a informação publicada pelo colunista possa estar equivocada.

Será?

Supondo que a informação de Lauro Jardim seja precisa e que o modelo mais em conta do novo iPhone — que seria o iPhone 8 de 64 GB — chegaria às prateleiras brasileiras por R$ 6,5 mil, poderíamos afirmar que a Apple definitivamente perdeu o controle. Mas será mesmo que tal informação faz sentido?

O site MacMagazine fez um levantamento que parece bem mais coerente com a política de preços da Apple por aqui. Como de praxe sempre que um novo iPhone é anunciado, a Apple ajustou os preços de modelos antigos, que ficaram mais em conta em várias partes do mundo. Por exemplo: o iPhone SE de 32 GB custa US$ 349 lá fora e, aqui, R$ 1.999, o iPhone 6s de 128 GB passou a ter preço oficial de US$ 549 lá fora e R$ 2.999 aqui no Brasil, assim como o iPhone 7 Plus de 32 GB caiu para US$ 669 lá e, aqui, para R$ 3.799.

Fazendo as contas, é possível perceber que o padrão de conversão da Apple dos preços oficiais lá de fora segue a multiplicação por 5,7,  5,5 e 5,7. Dessa maneira, a publicação sugere que os preços dos novos iPhones aqui no Brasil devem ser os seguintes:

  • iPhone 8 (64 GB) – R$ 3.999
  • iPhone 8 (256 GB) – R$ 4.799
  • iPhone 8 Plus (64 GB) – R$ 4.599
  • iPhone 8 Plus (256 GB) – R$ 5.399
  • iPhone X (64 GB) – R$ 5.699
  • iPhone X (256 GB) – R$ 6.499

Ou seja, de acordo com o padrão de conversão normalmente aplicado pela Apple, é possível apostar que o valor apresentado por Lauro Jardim na verdade se refira ao modelo de 256 GB do iPhone X. Além disso, a data citada por ele também levanta alguma suspeita, visto que o mais provável é que os iPhones 88 Plus comecem a ser vendidos no Brasil ainda no mês de outubro — o iPhone X, sim, deve chegar aqui entre o final de novembro e o começo de dezembro.

De qualquer forma, tudo ainda não passa de sugestão e aposta, porque a Apple não confirmou oficialmente os preços dos seus novos dispositivos aqui no Brasil. A informação deve ser revelada nas próximas semanas.

Cupons de desconto TecMundo: