A Apple anunciou o iPhone X na última terça-feira (12) em Cupertino, EUA. Com isso, a empresa deixou os fãs felizes com as novidades, uma vez que finalmente trouxe alguma mudança estética para a sua linha de smartphones. O que não agradou, entretanto, foi o preço: US$ 999, cerca de R$ 3,1 mil na conversão direta sem considerar impostos. Mas você tem alguma ideia de quanto a Apple de fato gasta para comprar todas as peças necessárias para montar o celular? Especialistas da indústria mobile na China foram atrás e descobriram o preço de cada componente.

O total, segundo o pessoal da publicação chinesa iChunt, é US$ 412,75, o equivalente a R$ 1.286. Isso quer dizer que o valor que a Apple paga por todas as peças do seu mais novo e mais caro iPhone é 60% menor do que o que ela deve cobrar dos compradores a partir de outubro.

lista de componentes iphone x

Mas que injustiça, você pode estar pensando…

Não é bem assim! Esse valor das peças não inclui o que a empresa paga para a Foxconn e outras fabricantes montarem o iPhone. Também não está incluso o que a Maçã tem que investir em logística, pagamento de impostos e de verbas publicitárias. Mas o que realmente faz a diferença nessa conta é o custo de pesquisa e desenvolvimento, que deve ser alto na Apple e também não faz parte da soma.

O que realmente faz a diferença nessa conta é o custo de pesquisa e desenvolvimento, que deve ser alto na Apple e também não faz parte da soma

De qualquer forma, o componente mais caro da lista levantada pela indústria chinesa é o display OLED fabricado pela Samsung, que sai por US$ 80 na casa de milhões de unidades. A memória de armazenamento de 256 GB comprada da Toshiba custa US$ 45, e os 3 GB de RAM ficam por US$ 24. O processador A11 Bionic, fabricado pela TSMC e desenvolvido pela Apple, custa US$ 26, e o modem para conectividade sem fio que vem da Qualcomm vale US$ 18.

No mercado internacional, a pré-venda do iPhone X começa o dia 27 de outubro e, no dia 3 de novembro, o celular estará disponível normalmente em lojas online e físicas. Ainda não há preços nem datas definidas para a comercialização desse aparelho no Brasil, mas, considerando a política de preços da Apple por aqui, podemos imaginar que o celular vai custar algo em torno de R$ 5 mil ou R$ 6 mil.

Mas o que você acha? Nos diga aí na seção de comentários qual é a sua aposta para o preço do novo iPhone no mercado nacional.

Cupons de desconto TecMundo: