Enquanto disputa com a Apple na Justiça, a Qualcomm pode acabar “minando” também algumas inovações da rival. Não que a fabricante de processadores vá prejudicar os negócios da Maçã de forma direta, mas ela pode levar para o Android um dos possíveis principais recursos do iPhone 8: o reconhecimento facial avançado via infravermelho.

Identificado no firmware do HomePod, o recurso que servirá tanto para desbloquear tela quanto para autorizar pagamentos não deve permanecer como  um diferencial do iPhone por muito tempo — isso ao menos é o que garante a Qualcomm. Segundo o site CNET, os próximos chips da companhia a equiparem dispositivos Android contarão com a mesma função já no ano que vem.

Um dos principais diferenciais do iPhone deve chegar também ao Android já em 2018, garante a Qualcomm

De acordo com a publicação, a fabricante garante que os dispositivos Android que utilizarem os sucessores do Snapdragon 835 poderão realizar as funções de reconhecimento facial tridimensional via infravermelho com a mesma capacidade do iPhone 8.  Isso daria às câmeras dos smartphones Android uma maior capacidade também na hora de lidar com profundidade de campo, algo que a Qualcomm já ensaiou com o Snapdragon 820, lançado em 2015.

O recurso apareceu aprimorado no Snapdragon 835, o topo de linha da companhia na atualidade, e deve ser ainda mais eficaz no processador que será apresentado em dezembro de 2017. Enfim, se o imbróglio judicial entre as duas gigantes não se resolve, a Qualcomm usa de suas prerrogativas de mercado para municiar o principal rival da Apple com um de seus grandes diferenciais para este ano.

Cupons de desconto TecMundo: