Uma empresa fornecedora de componentes eletrônicos da Apple chamada Lumentum recebeu um grande pedido de reserva de equipamentos de US$ 200 milhões, bem acima do previsto para o próximo trimestre e muito maior que os US$ 5 milhões registrados no período anterior. Segundo o analista Gene Munster, do Loup Ventures, essa é uma indicação de que a Apple realmente está planejando lançar o iPhone 8 em larga escala e com foco em realidade aumentada.

Isso porque a Lumentum é especialista em sensores 3D para aparelhos mobile e vem sendo utilizada pela Apple recentemente para produzir vários componentes. Considerando que este seria um bom momento para a Maçã começar a receber seus últimos equipamentos para a montagem completa do próximo iPhone, o raciocínio de Munster de fato faz um pouco de sentido.

Tornar o iPhone 8 um dispositivo capaz de oferecer boas experiências em realidade aumentada para seus usuários

Os sensores em questão são chamados VCSEL ou Vertical-Cavity Surface-Emitting Lasers e supostamente devem ser utilizados pela Apple para tornar o iPhone 8 um dispositivo capaz de oferecer boas experiências em realidade aumentada para seus usuários. Contudo, ainda não há informações mais concretas a respeito de como o sistema da Maçã deve funcionar e qual seria sua especialidade.

Rumores anteriores afirmam que a companhia vinha trabalhando em pelo menos dois modelos de headset para realidade aumentada, sendo que um deles usaria o iPhone 8 como equipamento principal e o outro seria totalmente independente.

Seja como for, Munster acredita que esse recurso de fato será embarcado no próximo lançamento da Apple e que a data prevista para setembro será mantida pela empresa.

Cupons de desconto TecMundo: