Segundo reportou o 9to5Mac, uma mulher foi apreendida na alfândega entre Hong Kong e a China continental com 102 iPhones presos ao corpo. Os smartphones da Apple são bem mais baratos em Hong Kong do que no restante da China e, por isso, o contrabando acaba sendo bastante comum. A mulher não identificada, entretanto, não teve a sorte de passar despercebida e acabou autuada.

Os oficiais da alfândega notaram que ela tinha “volumes suspeitos” na roupa e resolveram pará-la para uma inspeção. Os iPhones estavam sem caixa e foram amarrados ao peito, costas e outras partes do corpo da mulher.

Ela foi presa em Shenzhen, a principal entrada na China continental para quem vem de Hong Kong. Além dos celulares, ela carregava também 15 relógios de luxo, sendo que o total da mercadoria ilegal pesava 20 kg.

Muita grana

Como o preço médio de um iPhone básico gira em torno de US$ 600 no mercado internacional, é possível que ela estivesse carregando no mínimo US$ 60 mil em produtos. Considerando versões mais caras dos aparelhos da Maçã, o valor total poderia ser o dobro.

É curioso notar, entretanto, que pelo menos uma pessoa já foi presa na alfândega chinesa carregando ainda mais iPhones amarrados ao corpo. Esse caso foi o de um homem que tentou passar com 146 smartphones da Apple sem declarar impostos em 2015.

Cupons de desconto TecMundo: