A frase que é usada como título desta matéria já foi usada antes. Não é a primeira vez que dizem que o dinheiro de papel será extinto, isso foi dito quando surgiram os primeiros cartões de crédito. Contudo, muitos preferiram ficar fora do sistema bancário, e ainda vemos muitas notas por aí.

O mais recente divulgador da frase é Jon LeBlanc, evangelista de tecnologia da PayPal. Durante a Campus Party, ele fez uma palestra com esse tema. Ele prevê que as sociedades caminham para um mundo sem dinheiro em papel.

Segundo estudos realizados pela PayPal, cerca de 50% da população mundial não tem acesso a serviços financeiros e, de acordo com LeBlanc, todo país, do primeiro ao terceiro mundo, tem esse problema. Uma tecnologia que pode ajudar nessa transição são as carteiras digitais (como as oferecidas pela própria empresa) e as moedas digitais, como o bitcoin.

Dinheiro online significa mais ou menos segurança?

O executivo acredita que o acesso a serviços bancários por dispositivos móveis impede a exploração de populações carentes por agiotas ou monopólios bancários, além de dar acesso a possibilidades como compras a prestação e online. E do outro lado do balcão (o do microempresário) também oferece vantagens, já que pode ajudar a oferecer mais meios de pagamento.

Apesar dessa facilidade, devemos lembrar que em 2012 o próprio PayPal foi alvo de um ataque de hackers, mas, para LeBlanc, isso já foi deixado para trás. "Todo dado que passa por nosso sistema é rigorosamente criptografado e seguro."

“Muitas das pessoas que estão fora do sistema bancário estão por opção. Elas não confiam nesse sistema. É preciso que exista confiança por parte das pessoas nas instituições com as quais elas trabalham. Isso é algo que nós desenvolvemos muito no PayPal”, afirmou.

Pesquisas recentes já divulgaram que existem mais dispositivos móveis como celular, featurephone e smartphone no mundo do que pessoas, e o executivo acredita que são esses aparelhos que vão integrar mais e mais pessoas na era do dinheiro digital. 

Cupons de desconto TecMundo: