Quando pensamos em grandes "webcelebridades", donos de canais no YouTube, Instagram ou Twitter com milhões e milhões de seguidores, já imaginamos que eles ganham uma quantia substancial de dinheiro por meio de postagens patrocinadas. E sobre as webcelebridades com menor alcance? A Federal Trade Comission, dos EUA, divulgou esses dados, já que está regulamentando a questão.

Para você ter noção da influência de algumas dessas celebridades, a cantora Taylor Swift tem mais de 90 milhões de seguidores no Instagram, a socialite Kim Kardashian tem cerca de 81 milhões e o jogador Neymar Jr chega aos 58 milhões. É uma porrada de gente. Mas a questão é: e quanto ganham os perfis que ficam entre 50 mil e 7 milhões?

De acordo com a Captiv8, empresa que conecta marcas e influenciadores, os valores são os seguintes — veja abaixo duas categorias de perfis.

Entre 50 mil e 500 mil seguidores

  • YouTube: US$ 2,5 mil por vídeo
  • Instagram/Snapchat: US$ 1 mil por post/snap
  • Twitter: US$ 400 por tweet

Instagram do jogador Neymar

Entre 3 e 7 milhões de seguidores

  • YouTube: US$ 187,5 mil por vídeo
  • Instagram/Snapchat: US$ 75 mil por post/snap
  • Twitter: US$ 30 mil por tweet

Em um artigo, o The New York Times comentou que o Federal Trade Comission não vê problemas em influenciadores monetizarem as postagens, porém é necessário avisar aos seguidores quando se trata de conteúdo pago.

Agora que você sabe quanto custa a média de uma postagem no Instagram com até 7 milhões de seguidores, já imaginou quanto ganha a Taylor Swift quando é patrocinada?

Cupons de desconto TecMundo: