Além de disputar espaço no mercado – e no coração dos clientes – com o Spotify, seu principal rival no segmento do streaming de áudio, a Deezer também se prepara para bater de frente com os esforços da Google nesse setor. Pouco depois de ser anunciado que o Google Play Music ofereceria podcasts dentro dos próximos meses, a empresa francesa revelou nesta quinta-feira (29) que está disponibilizando agora no Brasil todo o seu catálogo desse tipo, trazendo cerca de 20 mil programas produzidos por parceiros lá de fora e aqui do país.

A novidade já estava sendo testada há um tempo em outros países, mas, com a expansão do serviço, também passa a fazer parte do pacote da Deezer em regiões como Alemanha, Brasil, Colômbia e México. Assim, com a chegada desses itens em território nacional, o público brasileiro assinante do serviço passa a ter acesso a um total de 40 mil programas e podcasts, além de poder contar com uma série de novas ferramentas adicionadas à seção de Atualidades & Entretenimento – que devem facilitar a experiência com esses produtos.

Quem segue uma infinidade de produtores de conteúdo na web, por exemplo, vai poder criar e gerenciar suas listas de reprodução para deixar tudo organizado, colocando seus podcasts na sequência que quiser. As funções de compartilhamento nas redes sociais também fazem parte do serviço para que você possa indicar seus programas favoritos para os amigos e, claro, conhecer os deles. Adicionalmente, assinantes do plano Premium+ podem ouvir sua biblioteca de podcasts no modo offline – mas apenas em seu dispositivo mobile.

Popularizando os podcasts

Esse engajamento com as produções de áudio online teve início com a aquisição do Stitcher – serviço agregador de podcasts – no final de 2014 e com a integração efetiva à Deezer em maio deste ano. "Hoje, os usuários querem mais do que música. Eles querem se entreter, se informar e descobrir novos conteúdos que tenham a ver com suas preferências", analisou Alexander Holland, diretor de conteúdo e produto da companhia, mostrando que a empresa está atenta à demanda de seu público – que tem apetite por notícias e entretenimento.

Mathieu Le Roux, diretor­-geral da Deezer na América Latina, vai além e reforça a importância dessa estratégia por aqui. "Estamos muito felizes em lançar a seção de podcasts no Brasil. Acreditamos na diversidade de conteúdo em áudio e é nosso objetivo ajudar na popularização dos podcasts no país”, comentou. O empenho é claro, já que a empresa trouxe uma seleção de qualidade de produtos nacionais para complementar a oferta de itens produzidos no exterior – com conteúdo de talkSport, Bayerischer Rundfunk, France 24, The Economist e muito mais.

Entre os materiais “made in Brazil”, estão os podcasts jornalísticos de Veja, CBN e Jovem Pan, além de uma boa leva de programas voltados para temas específicos – como publicidade, ciências e assuntos geek – ou simplesmente entretenimento. Isso significa que quem acompanha há algum tempo nomes como Matando Robôs Gigantes, Braincast, Papo de Homem, Rapadura Cast e outros vai poder curtir tudo isso com mais conforto na interface da Deezer.

Todas essas adições passam a valer a partir de hoje (29) e servem tanto para o público que usa a versão gratuita do software quanto para os que escolheram aderir ao sistema de mensalidade – esses últimos com a vantagem da reprodução offline das playlists. Seu podcast predileto entrou na brincadeira ou ainda precisa ser incluído no serviço?

Agora já é possível ouvir podcasts na Deezer brasileira! Comente sobre o serviço no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: