(Fonte da imagem: Reprodução/thelogocompany)

Você já se perguntou por quantos processos de reformulação as logos mais famosas do mundo já passaram? Pois saiba que o elegante símbolo usado pela Mercedes-Benz, por exemplo, passou por pelo menos cinco edições. Por sua vez, o ícone que leva a marca "Canon" mudou radicalmente desde os seus primórdios...

Por serem referenciais de uma marca, as logos foram conquistando curvas cada vez mais palatáveis aos sentidos. Isto é: de formas que carregavam caminhões de detalhes a indicações até certo ponto minimalistas e mais chapadas, as figuras que ilustram as marcas atualmente (a exemplo das logos da Microsoft Windows, da Mercedes-Benz e da Canon) fazem parte do nosso cotidiano – basta bater o olho em qualquer esquina para que logo se note uma propaganda aqui ou acolá.

Acompanhe a ilustração feita pela The Logo Company e visualize a evolução estética de algumas das logos mais famosas do mundo. Pepsi, Shell, BMW e Apple são algumas das marcas resgatadas.

(Fonte da imagem: Reprodução/thelogocompany)

Da marca escrita a uma estrela de três pontas (Mercedes-Benz), de uma figura que lembra formas de Krishna a apenas o texto cravado “Canon” — pode-se notar que não há necessariamente um padrão que define quais caminhos as representações gráficas devem seguir.

Fica evidente, no entanto, que todas as marcas buscam logos cada vez mais "simples" (facilmente identificáveis, na verdade). Um jogo de cores geralmente primárias e linhas objetivas, que formam figuras simétricas em grande parte dos casos, fazem das ilustrações formas com grande poder de assimilação sensorial.

Cupons de desconto TecMundo: