Eternos: filme tem melhor estreia no Brasil desde o início da pandemia

1 min de leitura
Imagem de: Eternos: filme tem melhor estreia no Brasil desde o início da pandemia
Imagem: Marvel/Reprodução
Avatar do autor

O Marvel Studios estreou, na última quarta-feira (3), seu 26° filme: Eternos. No Brasil, o longa-metragem teve o melhor resultado inicial de bilheteria desde o início da pandemia (março de 2020), arrecadando cerca de US$ 1 milhão (incluindo a pré-estreia).

De acordo com o site Deadline, o saldo fez com que a produção ficasse na primeira colocação nos cinemas brasileiros e tivesse um market share (fatia de mercado) de incríveis 82%. Contando somente o dia de estreia, o filme fez US$ 400 mil no mercado local.

Eternos chegou a mais de 25 mercados ontem (4) e a bilheteria geral já alcança resultados melhores que os conseguidos por Shang-Chi e Viúva Negra. No total, já foram mais de US$ 19,8 milhões nos cerca de 40 países em que o filme estreou nesta semana.

Considerando quarta-feira e quinta-feira, o resultado nas bilheterias do mundo ultrapassa em 117% a estreia de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis e em 19% o lançamento de Viúva Negra.

Além do Brasil, outros mercados importantes, como México (US$ 1,3 milhão) e Austrália (US$ 1,1 milhão), contribuíram com esse resultado comercial positivo. O país que mais assistiu ao filme até agora é a Coreia do Sul, que já rendeu US$ 6,1 milhões de bilheteria.

Apesar da boa receptividade, Eternos não será exibido em alguns países. Nações como a Arábia Saudita, Kuwait e Qatar decidiram banir o filme, já que ele exibe uma cena de beijo entre um casal homossexual, a primeira na história do Universo Cinematográfico da Marvel.