Netflix quer que Christopher Nolan faça filmes para o streaming

2 min de leitura
Imagem de: Netflix quer que Christopher Nolan faça filmes para o streaming
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

O chefe da divisão de filmes da Netflix, Scott Stuber, revelou que teve conversas preliminares com Christopher Nolan para o cineasta migrar para o serviço de streaming. Em entrevista à Variety, o executivo disse que está trabalhando para convencer o diretor e que fará o que for preciso para conseguir um acordo que garanta a produção e lançamentos de novos projetos comandados por ele na plataforma.

“Ele é um cineasta incrível. Eu vou fazer tudo o que puder [para que isso aconteça]. Nessa indústria, aprendi que você não pode ter ego [ao receber um não ou ser criticado, e deve se esforçar para continuar]. Se e quando ele vier com seu novo filme, serviremos como seu novo lar”, comentou.

A iniciativa da Netflix em conquistar Nolan vem após uma disputa do diretor com a Warner Bros., que até então foi o estúdio responsável pelo lançamento de seus longas. No ano passado, por conta da pandemia e o consequente fechamento de salas de cinema, a Warner anunciou que todos os seus títulos previstos para 2021 chegariam nas telonas e ao HBO Max no mesmo dia, nos Estados Unidos. Essa aplicação em Tenet, por exemplo, representou um queda significativa nas arrecadações em bilheterias.

Christopher Nolan em TenetChristopher Nolan em TenetFonte:  Warner Bros/Reprodução 

Tal estratégia contrariou a visão de Nolan, o qual declarou que talvez seu próximo filme sequer seja feito pelo estúdio. Isso porque ele é um defensor da ideia de uma experiência que o público tem ao assistir uma atração nas telonas, com o consumo dos melhores recursos visuais e sonoros produzidos. Nesse sentido, há a especulação de que a Netflix possa oferecer um modelo de distribuição híbrido para o diretor aceitar a proposta.

No caso, um possível filme pode ser lançado primeiramente nos cinemas para depois de um período chegar ao streaming e, assim, poder concorrer ao Oscar — como aconteceu com Roma (2018), de Alfonso Cuarón. “A indústria do cinema está em uma revolução. Para todos nós que amamos, é fundamental que trabalhemos juntos para aprimorá-la da melhor forma possível”, destacou Stuber.

As frases polêmicas de Christopher Nolan

A reputação de Nolan como um crítico da experiência em streaming ganhou notoriedade em 2017. Na ocasião, ele atacou o modelo de distribuição da Netflix como “sem sentido e estúpido”, declarando que jamais faria um filme para a plataforma. Seu comportamento ao não ter suas condições atendidas se repetiu após a desavença com a Warner, chamando o HBO Max como o “pior serviço de streaming” — o que praticamente descartou qualquer outro projeto com o estúdio.

Netflix quer filmes exclusivos do diretor em sua plataformaNetflix quer filmes exclusivos do diretor em sua plataformaFonte:  IMDb/Reprodução 

No entanto, uma possível mudança de pensamento em relação à Netflix pode ser resultado da força na indústria do entretenimento que a gigante mostrou nos últimos anos. Há pouco tempo, Nolan se desculpou por seus duros comentários e disse que “deveria ter sido mais educado” ao expressar sua opinião sobre a estratégia de lançamentos.

Vale também destacar a entrega de liberdade criativa e os investimentos que a Netflix dá para a realização de um filme. Essa postura já fez com que grandes nomes fechassem contrato para o desenvolvimento de futuros projetos, de orçamento significativo, dentre eles David Fincher, Steven Spielberg, Martin Scorsese e, mais recentemente, Zack Snyder.

Será que veremos um blockbuster resultado da união entre Nolan e a “casa tudun”? Compartilhe nos comentários suas expectativas sobre um possível filme do diretor pela Netflix!