Christopher Nolan defende bilheteria de Tenet nos cinemas

1 min de leitura
Imagem de: Christopher Nolan defende bilheteria de Tenet nos cinemas
Imagem: Warner Bros.
Avatar do autor

Christopher Nolan está pronto para rebater as críticas ao resultado de Tenet nas bilheterias mundiais. Em dois meses de exibição, o longa lucrou quase US$ 350 milhões no mercado global, sendo que o seu orçamento foi de U$ 200 milhões.

Em meio a uma realidade de cinemas fechados, o filme foi o único grande blockbuster que estreou nas telonas durante a pandemia. Com esse panorama em consideração, Nolan defende o resultado das bilheterias em uma entrevista ao Los Angeles Times.

Fonte: IMDB
Fonte: IMDB

" Warner Bros. lançou Tenet, e eu estou emocionado que tenha feito quase US$ 350 milhões. Mas estou preocupado que os estúdios estejam tirando conclusões erradas sobre o nosso lançamento — que, em vez de olhar para onde o filme funcionou bem e como isso pode fornecer a receita tão necessária, eles estejam olhando para onde ele não correspondeu às expectativas pré-COVID e comecem a usar isso como desculpa para fazer a exibição levar todas as perdas da pandemia em vez de entrar no jogo e se adaptar", destacou o diretor.

Grande defensor dos cinemas, Nolan pontuou que a indústria cinematográfica precisa encontrar um caminho. "Ir ao cinema faz parte da vida, como restaurantes e tudo mais. Mas agora, todo mundo tem que se adaptar a uma nova realidade", aponta o cineasta.

Leia também: Tenet vale o risco de ir assistir nos cinemas? (crítica)

No entanto, muitos estúdios optaram por um caminho para não perder dinheiro. O filme Soul, da Pixar, será exibido diretamente no serviço de streaming Disney+, enquanto produções como 007: Sem Tempo para Morrer e Duna tiveram suas estreias adiadas para 2021.

Mulher Maravilha 1984 ainda permanece para dezembro deste ano.

Christopher Nolan defende bilheteria de Tenet nos cinemas