Rua do Medo: 8 filmes de terror para quem gostou dos filmes da Netflix

3 min de leitura
Imagem de: Rua do Medo: 8 filmes de terror para quem gostou dos filmes da Netflix
Imagem: Netflix/Reprodução
Avatar do autor

Nas últimas semanas, a Netflix lançou a trilogia Rua do Medo (Fear Street, no original), que provocou os assinantes com cenas verdadeiramente arrepiantes. Além de uma trama com reviravoltas surpreendentes, os filmes cativaram a audiência, figurando no top 10 da plataforma por muitos dias.

Pensando nisso, aproveite esta lista repleta de títulos com aspectos similares. Prepare seu coração e venha conferir todas essas dicas!

8. Candyman

(TriStar Pictures/Reprodução(Fonte: TriStar Pictures/Reprodução)Fonte:  TriStar Pictures 

Lançado em 1992, esse filme é um grande exemplo de como produções com assassinos perigosos podem ser cheios de camadas dramáticas.  A história segue a estudante Helen (Virginia Madsen) enquanto ela pesquisa superstições locais em um projeto habitacional de Chicago.

Com isso, ela se envolve com a lenda urbana do Candyman, que passa a persegui-la em todos os momentos possíveis. No fundo, o filme é bastante provocativo, servindo como uma metáfora para a segregação social e racial nos Estados Unidos.

7. Pyewacket — Entidade Maligna

(Les Films Seville/Reprodução)(Fonte: Les Films Seville/Reprodução)Fonte:  Les Films Seville 

Disponível no Amazon Prime Video, a trama apresenta Leah Reyes (Nicole Muñoz), que ainda está superando a perda inesperada de seu pai. Pensando em mudar sua perspectiva de vida e também a de sua mãe, as duas decidem passar um tempo isoladas em uma floresta.

Mas depois de uma discussão entre elas, Leah acaba invocando um demônio de um dos livros de ocultismo presentes no local e tudo passa a desmoronar. É interessante perceber, nesse sentido, como o luto pode realmente provocar outros sentimentos impressionantes em todos aqueles que o vivem.

6. Kairo

(Toho/Reprodução)(Fonte: Toho/Reprodução)Fonte:  Toho 

Dirigido pelo cineasta japonês Kiyoshi Kurosawa, Kairo é um filme sobre solidão, perdas e também sobre suicídios. Entrelaçando-se com questões sobre tecnologia, a produção desenvolve-se a partir de uma entidade maligna que teria possuído alguns computadores e provocado mudanças repentinas no cotidiano de algumas pessoas.

Há cenas de violência extremamente gráficas e chocantes relacionadas à morte de indivíduos que tiveram contato com essa maldição, mostrando como todos os tipos de problemas podem ser severos para as pessoas que precisam enfrentá-los. O longa também está recheado de fantasmas.

5. O Animal Cordial

(Vitrine Filmes/Reprodução)(Fonte: Vitrine Filmes/Reprodução)Fonte:  Vitrine Filmes 

Vencedor de diversos prêmios importantes em festivais do mundo todo, o filme de Gabriela Amaral Almeida coloca todos os personagens centrais como reféns de bandidos inconsequentes. Apesar da iminência da morte que todos eles precisam enfrentar, há outros tipos de medo que surgem à tela.

É nesse ponto que muitos daqueles que pareciam ser inofensivos mostram suas verdadeiras intenções diante de fatos completamente absurdos. Talvez os bandidos nem sejam as pessoas mais perigosas do grupo e um show banhado a muito sangue é apresentado aos espectadores.

4. A Bruxa

(A24/Reprodução)(Fonte: A24/Reprodução)Fonte:  A24 

Em muitos aspectos, Rua do Medo: 1666 presta uma homenagem ao longa A Bruxa, lançado comercialmente nos cinemas em 2015. Apesar de diversas polêmicas, a produção explora o mundo de mulheres do passado que vivem em um povoado puritano. Com sua atmosfera arrebatadora, o longa vai envolvendo o público de diversas formas.

Nesse sentido, ao apresentar Thomasin (Anya Taylor-Joy) e sua família, depois que eles são banidos de sua colônia original, forças demoníacas começam a exercer suas verdadeiras influências a todos os presentes, mostrando como pessoas inocentes poderiam se transformar naquilo que foram acusadas um dia.

3. The Wicker Man

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Fonte: Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Nesse filme assustador, Howie (Edward Woodward), um sargento da polícia, está determinado a solucionar um caso bastante perturbador, que envolve o desaparecimento de uma garota conhecida como Rowan Morrison. Por esse motivo, ele viaja em busca de respostas até uma comunidade um tanto quanto remota, comandada pelo Lord Summerisle (Christopher Lee).

Ao testemunhar diversos rituais, suas crenças vão sendo desafiadas em todos os momentos, fazendo com que em determinadas horas ele até se esqueça de sua motivação inicial.

2. The Wailing 

(20th Century Studios/Reprodução)(Fonte: 20th Century Studios/Reprodução)Fonte:  20th Century Studios 

Considerada por muitos como uma obra-prima do terror contemporâneo, The Wailing foi escrito e dirigido pelo sul-coreano Na Hong-jin. Na trama, Jong-goo (Do-won Kwak) é um policial que tenta descobrir as causas de uma epidemia que se espalha por sua cidade.

Quando diversos eventos bizarros passam a acontecer, ele se envolve cada vez mais com uma entidade sobrenatural perigosa. O longa tenta abordar assuntos históricos que envolvem guerras e disputas por poder entre países asiáticos.

1. Midsommar

(A24/Reprodução)(Fonte: A24/Reprodução)Fonte:  A24 

Por fim, destacamos um filme que divide opiniões e foi dirigido pelo famoso Ari Aster. Após perder seus pais de um jeito inexplicável, a jovem Dani (Florence Pugh) embarca para a Suécia com os amigos de seu namorado para acompanharem o festival de solstício de verão.

Aos poucos, o grupo vai notando a estranheza dos habitantes locais, enquanto Dani se envolve cada vez mais com eles, culminando em um dos finais mais surpreendentes de todos os filmes de terror contemporâneos.

Fontes