Como funcionam os geradores de palpites lotéricos online no Brasil?

2 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: Como funcionam os geradores de palpites lotéricos online no Brasil?
Avatar do autor

Equipe TecMundo

@tec_mundo

Que jogos de sorte como loterias e o jogo do bicho são populares no Brasil todos sabem. Contudo, muitas pessoas não confiam em seus próprios palpites e preferem consultar geradores de palpites eletrônicos para terem mais oportunidades de ganhar.

Mas você já se perguntou se esses aplicativos e sites realmente funcionam?

Geradores de palpites são nada mais que geradores de números aleatórios. Dispositivos de hardware ou software algoritmo que geram números retirados de uma distribuição limitada ou ilimitada. 

Hoje há dois tipos principais de geradores de números aleatórios: os geradores aleatórios e os geradores de palpites.

Um gerador de números aleatórios hardware (HRNG) ou (TRNG) é criptograficamente seguro e considera atributos físicos e toma em consideração atributos de medição. Criam combinações completamente imprevisíveis e são geralmente usados para criptomoeda e criação de senhas.

Já os geradores de números pseudoaleatórios (PRNG) e (DRBG) são geradores de software. Seus resultados não são verdadeiramente aleatórios, pois seus algoritmos imitam uma seleção aleatória. Pode-se afirmar que eles consideram o usuário, escolhem aleatoriamente números nos limites impostos pelo usuário.

O LCG, Linear Congruential Generator, é o principal gerador PRNG. Ele gera sequências com base na expressão matemática:

Xn = a Xn-1 + b mod M

Onde os denominadores são números inteiros e em que cada número da sequência depende do antecessor.

No Brasil, e no mundo, os geradores de palpites lotéricos são feitos por geradores de números pseudoaleatórios. Eles dão ao usuário poder de escolha sobre seus números.

O usuário ao escolher a categoria de aposta, seja ela uma aposta simples ou até uma aposta com mais dezenas, faz com que o gerador use seu software para fazer combinações com os números nos limites estipulados.

Uma aposta simples pede do usuário um número mínimo de dezenas e assim gera um palpite. Apostas com mais dezenas têm mais opções de combinação de números, fazendo dos palpites mais aleatórios.

Muitos geradores também aceitam outros tipos de “input” do usuário, como a escolha de apostas apenas com os números mais sorteados, com os números menos sorteados, com números que não saem frequentemente e até apostas surpresas. 

Assim, palpites feitos por geradores não são aleatórios, são aleatórios dentro dos limites estipulados pelos usuários. Muitos aplicativos ainda geram todos os palpites do dia de uma só vez, dando-nos assim mais poder de decisão ao usuário. 

Geradores são bons, mas não mágicos

Na prática, PRNGs podem falhar na detecção de padrões estatísticos: períodos mais curtos do que o esperado para alguns estados de semente, falta de uniformidade de distribuição para grandes quantidades de números gerados, correlação de valores sucessivos e má distribuição dimensional da sequência de saída são fatores que fazem esses programas falharem.

Se eles são falhos, por que devo usar um gerador de números aleatórios?

A resposta é simples: porque a maioria dos jogos são regidos por esses algoritmos. Em jogos de sorte em que os resultados são imprevisíveis, é uma boa jogada usar todas as ferramentas ao seu alcance para melhorar seu jogo.

Um gerador de palpites faz com que suas apostas sejam mais similares à aleatoriedade dos resultados dos jogos, fazendo de você um jogador mais forte.