Globo de Ouro 2022: NBC cancela transmissão da premiação após polêmicas

2 min de leitura
Imagem de: Globo de Ouro 2022: NBC cancela transmissão da premiação após polêmicas
Imagem: Peter Kramer/NBC
Avatar do autor

A emissora NBC anunciou, nesta segunda-feira (10), que não transmitirá a cerimônia do Globo de Ouro 2022. A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, em inglês), organizadora do evento, tem sido acusada de racismo e corrupção.

“Continuamos acreditando que a HFPA está comprometida com uma reforma significativa. No entanto, uma mudança dessa magnitude exige tempo e trabalho e acreditamos fortemente que a HFPA precisa de tempo para fazê-la da maneira certa. Como tal, a NBC não irá transmitir o Globo de Ouro de 2022. Supondo que a organização execute seu plano, temos esperança de estar em posição de transmitir o programa em janeiro de 2023”, disse a emissora de televisão em comunicado.

Esse foi mais um duro golpe na cerimônia, já que nem a promessa da HFPA de fazer adaptações tem impedido os boicotes. No final da última semana, a Netflix disse que estava “interrompendo todas as atividades (com a HFPA) até que mudanças mais significativas sejam feitas”.

Globo de Ouro

Logo em seguida, a Amazon, em nome do Prime Video, também cortou relações com a associação. A gigante disse que não tem trabalhado com a HFPA desde que todos os problemas foram revelados e que está “aguardando uma resolução sincera e significativa”.

A Warner Media e um grupo de 100 empresas de publicidade tomaram as mesmas ações. Como se não fosse o bastante, boicotes individuais também começaram a ser feitos. De acordo com o site Deadline, o ator Tom Cruise simplesmente devolveu as 3 estatuetas do Globo de Ouro que tinha ganho por causa das polêmicas.

A atriz Scarlett Johansson acusou a organização do prêmio de ter um “comportamento sexista” e Mark Ruffalo disse que atualmente "não se sente orgulhoso e feliz" em ter ganhado um Globo de Ouro.

Problemas no Globo de Ouro

Os problemas começaram para o Globo de Ouro após uma reportagem do Los Angeles Times, publicada em fevereiro de 2021, revelar que, dentre 87 membros da organização, nenhum deles é negro.

Além da falta de diversidade, a festa foi acusada de corrupção. Emily em Paris, que não estava sendo considerada como uma das principais séries do último ano, acabou surpreendendo e sendo indicada em 2 categorias, por exemplo.

Emily em Paris

O mesmo Los Angeles Times revelou, em outra matéria, que a Paramount (produtora da série, que foi lançada pela Netflix) havia levado pelo menos 30 membros do Globo de Ouro para uma viagem luxuosa na França, onde estavam ocorrendo as gravações do show. O regulamento interno da premiação proíbe o aceite de presentes como esse.

Será que o Globo de Ouro 2022 será cancelado? Fique atento para mais notícias!