Globo de Ouro 2021: diretora Chloé Zhao faz história na premiação

1 min de leitura
Imagem de: Globo de Ouro 2021: diretora Chloé Zhao faz história na premiação
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Depois de quase 4 décadas, uma mulher voltou a vencer o prêmio de Melhor Direção no Globo de Ouro. Chloé Zhao ganhou na categoria por seu trabalho em Nomadland e se tornou a segunda diretora a receber o prêmio. A primeira foi Barbra Streisand por Yentl em 1984.

Além de Zhao, este ano também estavam disputando a categoria Emerald Fennell e Regina King por Bela Vingança e Uma Noite em Miami..., respectivamente, sendo a primeira vez que a categoria contou com mais de uma mulher. David Fincher com Mank e Aaron Sorkin com Os 7 de Chicago completaram a lista.

Nomadland também foi escolhido Melhor Filme de Drama, categoria principal do Globo de Ouro. Zhao que, além de roteirizar e dirigir, produziu o longa, dividiu o prêmio com Frances McDormand. A atriz também protagonizou o filme e se tornou a segunda mulher a ser indicada ao Globo de Ouro por produção e atuação, e a primeira a ganhar como produtora.

“Quero agradecer especialmente aos nômades por compartilharem suas histórias conosco”, disse Zhao em seu discurso depois de ganhar a direção. “Compaixão é a quebra de todas as barreiras entre nós — uma ligação de coração para coração. Sua dor é minha dor; é misturado e compartilhado entre nós. É por isso que me apaixonei por fazer filmes e contar histórias”.

Frances McDormand, Chloé Zhao, e o diretor de fotografia Joshua James Richards durante a gravação de 'Nomadland'Frances McDormand, Chloé Zhao, e o diretor de fotografia Joshua James Richards durante a gravação de 'Nomadland'Fonte:  IMDb/Reprodução 

Edição histórica

Quem também fez história no Globo de Ouro foi a atriz e cantora Andra Day. Ela venceu como Melhor Atriz em Filme de Drama, por sua atuação em The United States vs Billie Holiday. Antes dela, apenas Whoopi Goldberg havia representado a raça negra na categoria, há 35 anos, por A Cor Púrpura.

No seu discurso de aceitação, cercada por sua família e amigos, Day agradeceu “a incrível, transformadora e dinâmica Billie Holiday, que acabou de me transformar com este papel e com sua presença e com seu espírito”.

Esta é a primeira indicação de Day para atuação, e ela é a primeira vencedora nesta categoria para um filme que estreou em um serviço de streaming. Day, que começou sua carreira como cantora e compositora indicada ao Grammy, também foi indicada com Raphael Saadiq para melhor canção original.

The United States vs Billie Holiday está disponível no Hulu.

Globo de Ouro 2021: diretora Chloé Zhao faz história na premiação