Streaming de poker vira tendência na Twitch; confira dicas para transmitir

6 min de leitura
Imagem de: Streaming de poker vira tendência na Twitch; confira dicas para transmitir
Avatar do autor

Equipe TecMundo

@tec_mundo

Com o mercado de streaming crescendo cada vez mais em todo o mundo, a Twitch se consolida como principal plataforma desse mercado, apresentando volume de transmissões de mais de 10 bilhões de horas só neste ano e mais de 6 milhões de streamers (de acordo com o monitor de dados Twitch Tracker). Estima-se que a rede social comprada pela Amazon em 2014 tenha um lucro anual na casa de US$ 1,5 bilhão (mais de R$ 8 bilhões).

Gráfico Gráfico mostra o crescimento do número de streamers desde 2012 na Twitch. (Fonte: Twitch Tracker/Reprodução)

É verdade que os jogos de video game e PC dominam a plataforma e são a principal razão do seu sucesso; porém, engana-se quem pensa que apenas os games como League of Legends têm espaço na plataforma. Os chamados esportes da mente vêm crescendo cada vez mais na Twitch, com evidente destaque para o poker, jogo de cartas mais popular do mundo.

Com centenas de canais de sucesso dedicados à modalidade, a Twitch criou uma categoria própria para o poker, que já supera a marca de 1 milhão de seguidores. É um número que ainda está muito abaixo do já citado League of Legends (LoL), que tem 27 milhões, mas existe espaço para crescimento. Além disso, é bem comum ver a categoria entre os 20 ou 30 mais assistidos da plataforma, superando outros jogos de esportes como NBA 2k20, F1 2020 e UFC 4, ou até títulos consagrados dos consoles, entre eles Red Dead Redemption 2, Rocket League, Diablo e Pokémon.

A Twitch dá visibilidade a nomes relativamente desconhecidos no circuito profissional do esporte. É o caso do brasileiro Luiz Torres, que tem cerca de 10 mil inscritos e faz sucesso na rede propagando o chamado estilo “poker raiz” (fora do perfil “gamer” e sem fazer parte de alguma equipe).

Jogadores consagrados do circuito também já se renderam à febre do streaming, como o canadense Daniel Negreanu (membro do Hall da Fama do esporte) e o norte-americano Jason Somerville, ambos donos de braceletes do World Series of Poker (WSOP), principal torneio do planeta.

Grandes marcas também olham para a Twitch

torneios ao vivoAlém de torneios online, Twitch é um grande acervo de torneios ao vivo. (Fonte: partypoker247/Reprodução)

Não são apenas jogadores que apostam no portal de streaming mais usado do planeta. Sites como partypoker, uma das melhores plataformas de poker online, utilizam a Twitch para transmissão de torneios da modalidade. Isso inclui os próprios campeonatos ao vivo e online da marca, como o partypoker MILLION, e também os circuitos dos quais ela é parceira, como o consagrado World Poker Tour (que está em andamento e acontece até 8 de setembro).

Por meio de dois canais, partypokertv e partypoker247, a marca já soma mais de 65 mil seguidores na rede social da Amazon (além da Twitch, o Partypoker TV pode ser acessado pelo próprio site ou pelo aplicativo do grupo, com conteúdo exclusivo e ilimitado). Outros nomes de peso da indústria do poker, como o WSOP, investem cada vez mais em transmissões de torneios e apoio a jogadores.

A aposta na Twitch é tão grande que o partypoker conta com uma equipe exclusiva de streamers com 13 competidores. Entre eles está o canadense Jaime Staples, dono do maior canal de poker da plataforma, o PokerStaples. Sua carreira no circuito profissional está longe do topo em comparação com os grandes craques do esporte, mas seu canal já reúne 138 mil seguidores.

Por que ter um canal de poker?

Outro nome que compõe a equipe do partypoker é o brasileiro Lui Martins, que migrou de jogos como Quake e World of Warcraft para ter sucesso no poker online e no streaming. Em cerca de 1 ano de atividade na Twitch, seu canal atingiu a marca de 5 mil seguidores, mas ele enxerga outros benefícios que as transmissões de poker trouxeram para o seu nível de jogo.

“Meu canal na Twitch foi fundamental para controlar o bankroll e estudar frequentemente. Esses eram os objetivos desde sempre, porém o compromisso que fiz de streaming validou demais essas decisões. Percebi que expor meu jogo seria um desconforto, afinal era algo assustador, e todo mundo tem o receio de errar em público, de mostrar seus defeitos. De fato, isso é um incômodo, naturalmente. Por outro lado, meu ponto forte no jogo sempre foi o foco invariável de melhorar, pensar em longo prazo. Eu sabia que, mostrando minha jornada na Twitch, teria 1.000% de energia e comprometimento”, disse o pro player em seu blog.

“Minha eventual vergonha de fazer alguma coisa errada ao vivo é inferior à vontade de crescer! Decidi lutar contra qualquer sentimento ruim ou ego para focar na minha evolução, mais honesta e eficiente possível. Com isso vieram milhares de horas de transmissão, dezenas de sessões de estudo ao vivo, análises de mãos, o fórum, os projetos, as conversas...”, completou Lui Martins, que integra o esquadrão brasileiro do partypoker ao lado de nomes como João Simão, Renato Nomura e Day Kotoviezy.

Lui MartinsBrasileiro Lui Martins foi de Quake ao poker online. (Fonte: Instagram/Reprodução) 

Os benefícios citados por Lui Martins são apenas alguns dos pontos positivos que as transmissões trazem aos jogadores e à modalidade como um todo. De modo geral, a Twitch propicia uma visibilidade que o poker online precisa e, de certa forma, diminui o gap entre o digital e o poker ao vivo (este já conta com transmissões em canais de TV, por exemplo).

É importante ressaltar que o poker online tem registrado um grande crescimento já há algum tempo, sobretudo no período de pandemia, e agora essa tendência vem acompanhada de visibilidade. Em outras palavras, jogadores de poker podem compartilhar seu sucesso nas redes, interagir com um público cada vez mais fiel e difundir a modalidade para outros praticantes. Isso sem falar dos benefícios mais “palpáveis” das transmissões da Twitch: a geração de renda através de patrocínios, doações, subscrições e até vendas de produtos personalizados.

Dicas para fazer suas transmissões de poker

canal na TwitchTer um canal na Twitch não é tão difícil quanto pode parecer. (Fonte: Flickr/Reprodução)

Com todos esses benefícios e o cenário de crescimento do poker online, você deve estar se perguntando: como faço para transmitir minhas partidas? A boa notícia é que ter um canal da Twitch é mais simples do que parece – além de ser gratuito. Porém, é necessário fazer certo investimento e muita dedicação para ter sucesso na plataforma.

Outra boa notícia é que, diferentemente de jogos pesados que exigem equipamentos mais robustos, as transmissões de poker não demandam muito em termos de hardware. Não é preciso, por exemplo, possuir uma placa de vídeo de última geração da linha RTX da GeForce ou uma placa de captura. Um processador intermediário, 4 GB de memória RAM e uma placa dedicada de 2 GB já são mais do que suficientes. Além, é claro, de uma boa conexão de banda larga – isso é muito mais importante que o hardware. O ideal é ter uma internet de velocidade igual ou superior a 10 mbps para ter uma transmissão fluida.

Para tornar as lives ainda melhores, vale a pena investir em periféricos como um bom fone de ouvido e microfone, bem como uma cadeira confortável e esteticamente agradável (afinal, as aparências são fundamentais para ter consistência na Twitch). Também é interessante contar com mais de um monitor, sobretudo para quem joga mais de uma mesa ao mesmo tempo.

Além disso, é necessário ter um bom software para a transmissão das partidas. O mais utilizado atualmente é o OBS Studio, que é gratuito e possui uma linguagem open source. Porém, existem outros, como Streamlabs OBS e Xsplit Gamecaster. Todos são fáceis de usar, e há diversos tutoriais disponíveis para configuração.

Com tudo isso em mãos, basta criar um login em algum site de poker (caso você ainda não tenha), vincular a conta da Twitch ao software escolhido e começar a fazer suas transmissões. Entretanto, lembre-se: para ter sucesso na plataforma, é preciso ter um bom planejamento, fazer lives constantemente e, principalmente, interagir bem com o público.

Streaming de poker vira tendência na Twitch; confira dicas para transmitir via Voxel

Streaming de poker vira tendência na Twitch; confira dicas para transmitir