Cena de De Volta Para o Futuro II é editada na Netflix dos EUA

2 min de leitura
Imagem de: Cena de De Volta Para o Futuro II é editada na Netflix dos EUA
Avatar do autor

De Volta para o Futuro II está disponível na Netflix dos EUA, mas não do jeito que os fãs gostariam. A cena que mostra Marty McFly em 1955 folheando a revista Sports Almanac, foi editada com um corte de aproximadamente 10 segundos. Na versão original, o protagonista descobre que está com a revista francesa para adultos Oh Là Là.

Abaixo você pode ver o vídeo comparando a versão original e a censurada na Netflix.

A edição pegou mal, e vários fãs ficaram revoltados com a postura da gigante do streaming.

“É inaceitável que a Netflix esteja reeditando filmes como De Volta para o Futuro II para ser mais adequado para crianças. Marty olhando brevemente para uma revista de lingerie dos anos 50 com mulheres totalmente vestidas não é ofensivo nem obsceno. Este filme é um clássico como é. WTF?”

“Hey, Netflix, por que diabos você edita (mal) De Volta para o Futuro II por folhear uma revista, enquanto sua série original Orange Is the New Black tem [cenas de] sexo (às vezes explícito) pelo menos uma vez por episódio”.

“A Netflix deu um exemplo fantástico de por que a mídia física é importante. Eu posso assistir De Volta para o Futuro II em sua forma original não editada. E eu achando que o Disney+ teve um problema de censura. Com tudo o que a Netflix mostra em filmes e programas infantis, eu me pergunto por que eles escolheram essa cena”.

Censura no streaming

Está não é a primeira vez que uma plataforma de streaming é acusada de censura pelos fãs. No mês passado, o Disney+ havia editada digitalmente uma cena de nudez em Splash: Uma Sereia em Minha Vida. Mais recentemente, o diretor de O Reino de Deus acusou a Amazon Prime de censurar cenas de sexo gay em seu filme.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Cena de De Volta Para o Futuro II é editada na Netflix dos EUA