Netflix reitera que não pretende lançar planos com anúncios

1 min de leitura
Imagem de: Netflix reitera que não pretende lançar planos com anúncios
Avatar do autor

Durante a divulgação da receita da Netflix, no quarto trimestre de 2019, o presidente e CEO da companhia, Reed Hastings, voltou a reforçar que ele não tem a mínima intenção de lançar um plano baseado em anúncios na plataforma.

Para os analistas do setor, é improvável que a Netflix continue resistindo em adotar uma modelo de negócios baseados em anúncios, já que a prática é considerada uma tendência e, inclusive, é o modelo adotado por gigantes como Google, Facebook e Amazon.

Poderia ser atraente para a Netflix, ou até mesmo necessário, entrar no ramo da publicidade, uma vez que seus gastos com a produção de conteúdo têm aumentado. Os analistas consideram que ganhar dinheiro com anúncios seria uma forma da empresa se manter competitiva. No ano passado, um relatório da Nomura Instinet avaliou que a companhia poderia gerar mais de US$ 1 bilhão anuais com publicidade.

Leia também: Netflix encerrou 2019 com mais de 165 milhões de assinaturas

Fonte: Pixabay/Reprodução

Hastings quer focar na satisfação e comodidade dos clientes

Para Hastings, entrar no mercado de publicidade em um momento onde Facebook, Google e Amazon já dominam o mercado, seria iniciar uma competição em desvantagem. Ele acredita que a Netflix possui um modelo de negócios muito mais simples, focado apenas no streaming e no prazer dos usuários.

Hastings disse que sua plataforma de vídeos pode fazer algo diferente, obtendo receitas, lucro e valor de mercado maiores, justamente por não entrar nessa disputa por anunciantes.

Além do mais, ao abrir mão dos anúncios, a empresa evita toda a “dor de cabeça” envolvida nos processos de coleta de dados e dos possíveis problemas relacionados à privacidade dos usuários.

"Queremos ser o descanso seguro onde o usuário pode explorar, se estimular, se divertir, curtir, relaxar – e não tem nenhuma controvérsia sobre a exploração de usuários com publicidade", completou Hastings.

Enquanto isso, na semana passada, a NBCUniversal apresentou mais detalhes do seu serviço de streamingPeacock, que contará com um plano gratuito, suportado por anúncios. O Hulu, da Disney, oferece um plano com anúncios que tem valor mais barato.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Netflix reitera que não pretende lançar planos com anúncios