(Fonte da imagem: Reprodução/LulzSec)

Dois acusados de derrubarem e invadirem sites em 2011 se declararam culpados em uma audição na corte de Southwark Crown, na Inglaterra. Ryan Cleary e Jake “Topiary” Davis (de 20 e 19 anos, respectivamente) confirmaram que são membros do grupo hacker LulzSec e que fizeram parte das ações contra páginas de grandes empresas na internet.

Eles seriam alguns dos responsáveis por derrubar via ataques por DDoS sites de Nintendo, Sony, 20th Century Fox, News Internacional e Departamento de Polícia do Arizona – além de hackear computadores das Forças Armadas dos Estados Unidos, no caso de Cleary.

Os dois negaram, entretanto, que espalharam informações e dados pessoais obtidos nesses sites em serviços como o Pastebin e o The Pirate Bay. Cleary foi detido há pouco menos de um ano pela segunda vez, enquanto Davis foi liberado sob fiança e aguarda o resultado da investigação em liberdade.

A pena para os jovens deve sair em breve, a não ser que a corte britânica decida julgá-los também pelas acusações de divulgação de dados. Se isso ocorrer, o julgamento dos acusados está marcado para abril do ano que vem, junto com dois outros hackers que se declararam inocentes de todos os crimes virtuais.

Fonte: Arstechnica

Cupons de desconto TecMundo: