Muitos brasileiros ficaram preocupados (e indignados) com a derrota da seleção brasileira por 7x1 contra o time da Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014. E, pelo visto, a Google também pensou muito na situação, já que omitiu textos referentes à derrota da seleção canarinho em seu site que analisa tendências nas buscas, o Google Trends. 

De acordo com informações divulgadas pela Folha, o serviço Google Trends não listava textos com os termos “humilhação” e “vergonha”. A explicação para tal fato é que uma equipe de cientistas, tradutores e redatores adaptou o conteúdo que poderia ser compartilhado rapidamente nas redes sociais. 

Já na Alemanha a situação era outra. No mesmo dia, a versão do Google disponibilizada por lá registrou recorde nas buscas por “maior número de gols em uma partida de Copa do Mundo”. Além disso, conteúdo sobre essas buscas foi produzido para o Google Trends. 

Preocupação 

Aarti Shahani, jornalista da rádio americana NPR que visitou a redação do Google em San Francisco, disse que a equipe do site decidiu não publicar textos sobre os termos mais pesquisado por serem “muito negativos”. 

Ao ser questionado sobre os motivos que levaram a Google a adotar tal medida, Sam Clohesy, um dos redatores da empresa, disse à NPR que não valia a pena “jogar sal nas feridas” e que “uma história negativa sobre o Brasil não ganharia muita tração nas mídias sociais”.

Nota oficial da Google

Em resposta à publicação, a Google emitiu uma nota confirmando que o fato se aplica somente ao serviço Google Trends, e não à sua ferramenta de buscas. Além disso, a empresa ainda afirma:

"Durante a Copa do Mundo, compartilhamos mais de 150 cartões informativos em 13 línguas com tendências de buscas que julgamos interessantes e relevantes. Nosso objetivo principal é, acima de tudo, compartilhar aquilo que importa para a maior parte das pessoas num determinado momento. Se desejarem, os usuários sempre podem consultar o google.com/trends para ver os tópicos que estão em alta nas buscas do Google."

Cupons de desconto TecMundo: