Os jogos e animações estão apresentando qualidades gráficas cada vez melhores e mais realistas. Contudo, geralmente há uma característica que entrega facilmente que um personagem é virtual: seus olhos.

O globo ocular é uma parte bastante complexa do corpo humano e difícil de ser reproduzida digitalmente, por isso aquele “olhar de peixe morto” sempre acaba entregando a virtualização dos personagens. Contudo, se depender da Disney, isso deve mudar em um futuro próximo.

O Disney Research, laboratório de pesquisa e desenvolvimento da companhia localizado em Zurique, na Suíça, está projetando uma tecnologia para deixar os olhos digitais idênticos aos de “carne e osso” — e pelo vídeo divulgado ontem por esse departamento os resultados são promissores e animadores, como você pode conferir acima.

Desenvolvido por Pascal Berard, Derek Bradley, Maurizio Nitti, Thabo Beeler e Markus Gross, o estudo analisou e mapeou os olhos de nove pessoas, os quais apresentavam as mais variadas características. Foram reproduzidos em computador o formato do globo ocular, a córnea, a íris e a esclerótica — todos de maneira independente para depois serem reunidos e formar o olho completo.

O nível de detalhamento da pesquisa impressiona. O olho virtual apresenta texturas, reflexos de luzes e até mesmo os capilares sanguíneos do globo ocular real correspondente. Além disso, a virtualização é capaz de reproduzir as deformações e irregularidades naturais do órgão, bem como as suas contrações dos tecidos e as suas reações com variações de luminosidade, por exemplo.

Cupons de desconto TecMundo: