O cinema nacional é marcado de comédias e longas-metragens que abordam temáticas mais sérias, como “Tropa de Elite” e “Cidade de Deus”. Claro, há muitas exceções, mas frequentemente, é assim que funciona. A O2 Filmes vai trazer “Repartição do Tempo”, um filme Sci-Fi que pode mesclar um pouco essas temáticas e ainda trazer algumas pitadas novas às telonas, fugindo do padrão convencional.

A narrativa aborda uma repartição pública em Brasília que é praticamente fantasma, com diversos funcionários que simplesmente não trabalham. Contudo, um inventor – interpretado por Tonico Pereira – leva uma máquina do tempo para ser patenteada em um certo dia (sem que ninguém acredite, claro), que acaba caindo nas mãos do chefe da repartição.

Ao testar o dispositivo, o personagem manda todos os seus funcionários de volta ao passado (sacou a dualidade do nome do filme?) para ver se, quem sabe dessa forma, com cada um deles duplicado, a repartição funcione de verdade. O filme contará com um elenco bem especial, incluindo Dedé Santana no primeiro papel mais “sério”, sem ter envolvimento direto com a comédia (o ator fará um detetive no enredo).

A possibilidade de interpretar um personagem sério abriu novas portas a Dedé, que agora já tem outros convites para fazer filmes diferenciados

Sem sombra de dúvidas, trata-se de uma proposta interessante e que pode abordar o Sci-Fi, um gênero que é pouco explorado no cinema nacional, mesmo que de relance e com tons de humor embutidos. Como curiosidade, um dos personagens desenha uma HQ chamada Jack Navalha, que poderá ser adquirida nas bancas como uma forma de multimídia expandida. O longa-metragem deve chegar em 2017, mas ainda sem data definida.

Cupons de desconto TecMundo: